Director: Lázaro Manhiça

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Sub-20 joga sábado, pelas 15.00 horas, no Estádio 25 de Junho, diante da Academia Militar, o seu quinto encontro de controlo, inserido na primeira fase dos trabalhos de preparação da sua participação no CAN, que terá lugar na Mauritânia no próximo mês.

Depois de ter privilegiado a finalização, no treino de ontem, ensaiando em várias situações de jogo, os pupilos de Dário Monteiro esmeram-se com todo empenho para conquistar o seu lugar na convocatória final, dos eleitos que seguirão a Mauritânia. Neste momento a equipa técnica está a trabalhar com 33 atletas, dos quais 21 irão compor a lista final para o CAN.

“Sempre que tivermos que observar jogadores vindos de outras partes do país e tiveram talento e potencial a Selecção está sempre aberta, desde que o façam com mérito próprio. A Selecção é do país e precisamos de reforçar esta equipa. Todos aqui trabalham para conquistar o seu lugar na equipa”, explica o técnico nacional.

Para o jogo de hoje Monteiro irá alinhar com o grupo de jogadores que não pôde jogar na quinta-feira diante do Ferroviário de Nacala. A ideia é de criar equilíbrio e permitir que todos tenham os mesmos minutos de jogo, permitindo uma observação mais cuidada no que concerne ao esboço de equipa que se pretende.

Com o seguimento dos trabalhos, amanhã, o conjunto moçambicano terá apenas uma sessão de treino, antes de regressar à capital, onde estará acampado. Os “Mambinhas” têm o regresso a Maputo marcado para a noite deste domingo. 

Já em Maputo a equipa de Dário Monteiro retomará os treinos no sintético da Académica, estando assegurado um jogo-treino com a ABB, agendado para a quarta-feira, dia 27 de Janeiro.

Um derrota (2-1) diante da União Desportiva do Songo e um empate sem golos frente ao campeão provincial de Tete, Bagamoyo FC, foi o que os treinados de Dário Monteiro produziram nos 10 dias de estada na vila do Songo, enquanto em Nampula o combinado nacional averbou duas derrotas, uma diante da Selecção Provincial (3-1) e a segunda frente ao Ferroviário de Nacala (2-1), na última quinta-feira.

Comments

O CAMPO da Liga Desportiva de Maputo testemunha amanhã, às 15.30horas, a disputa do primeiro derby do Moçambola 2021, com o Desportivo de Maputo a ter pela frente o Ferroviário de Maputo, em partida que a história faz com que seja considerada a mais importante da segunda jornada.

É só mesmo a história que torna esse jogo o mais importante, pois com o tempo, o Desportivo, que em Maio completa 100 anos de existência, só ficou com o calor dos seus adeptos. Para esta época, inclusive, investiu pouco para uma eventual conquista do Moçambola, ao contrário do seu adversário, que procura voltar às conquistas que fogem desde 2016. Para tal manteve a espinha dorsal e o treinador (Daudo Razaque) e ainda apetrechou o plantel, tornando-o mais equilibrado.

Os dois conjuntos vão para este jogo com ritmos diferenciados, sendo o Ferroviário leva vantagem, pois para além de ter iniciado a preparação mais cedo ainda disputou o Torneio Solidariedade, ao contrário do Desportivo, que foi praticamente o último clube a acertar a questão do treinador.

Este “derby” será o mais antigo que se disputará neste Moçambola, uma vez que envolve o centenário Desportivo, que não ganha nenhum campeonato desde 2006, e o Ferroviário, que em Outubro completa 97anos de existência.

Na primeira jornada ambos empataram. Os “alvi-negros” foram a Mocuba empatar a dois golos com o estreante Matchedje local, enquanto os “locomotivas” não foram para além de um nulo na recepção à União Desportiva do Songo.

HISTÓRICO DA ÚLTIMA DÉCADA

É FAVORÁVEL AO FERROVIÁRIO 

O histórico dos últimos 10 anos é favorável aos “locomotivas”, que têm seis triunfos contra três do Desportivo e igual número de empates. A favor do Ferroviário está também o facto de ter estado sempre no Moçambola, ao contrário do Desportivo que nesse período foi despromovido duas vezes.

O último encontro do Moçambola entre ambos foi disputado no Estádio da Machava, a 21 de Setembro de 2019, e terminou sem golos. Na mesma época, o Desportivo venceu na primeira volta (17 de Maio), por 1-0. Em 2016 o Desportivo venceu também um dos jogos entre ambos. Foi a 16 de Outubro e igualmente por 1-0, depois de a 2 de Julho terem empatado sem golos.

Em 2015, ano em que o Ferroviário ganhou o seu último troféu, venceu no dia 10 de Maio, por 1-0 e por 2-1 no dia 13 de Setembro. O ano de 2014 e 2012 foram totalmente verdes e branco, pois venceu, em casa, a 12 de Abril de 2014, por 4-2, e depois (10 de Outubro) fora por 1-2. Em 2012 venceu em casa a 12 de Maio, por 1-0, e por 2-1 no dia 20 de Outubro.

No dia 28 de Maio de 2011 o Desportivo foi ao Estádio da Machava vencer (1-2) e a 6 de Novembro do mesmo ano empatou a golo já como anfitrião.

Entretanto, a jornada que começa a ser disputada amanhã contempla ainda os embates Associação Black Bulls-ENH Vilankulo, UD Songo-Liga Desportiva de Maputo, Ferroviário de Nacala-Matchedje de Mocuba, Textáfrica-Ferroviário de Nampula, Costa do Sol-Incomáti e Ferroviário de Lichinga-Ferroviário da Beira.

Comments

O Ferroviário de Nampula não compareceu, ontem, no Estádio 25 de Junho, em Nampula, ao jogo-treino com a Selecção Nacional de Futebol de Sub-20, inserido na primeira fase dos trabalhos de preparação da sua participação no Campeonato Africano das Nações (CAN), que terá lugar na Mauritânia, no próximo mês. 

No entanto, os “Mambinhas” têm ainda agendado o último jogo de controlo, diante do Ferroviário de Nacala, que irá realizar-se, amanhã, pelas 15.00 horas, no Estádio 25 de Junho, na “capital do norte”. O regresso a Maputo está marcado para a noite de domingo. 

Sem dar quaisquer satisfações a respeito da desistência à equipa técnica do combinado nacional, a direcção do Ferroviário de Nampula decidiu unilateralmente enviar a equipa “B”, em substituição da principal, facto que não foi acolhido com agrado por parte da equipa técnica dos “Mambinhas”, que se viu obrigada a jogar entre si. 

Um membro ligado à direcção do emblema "locomotiva", ainda tentou renegociar para que a partida se realizasse hoje (quarta-feira), uma proposta que não foi aceite, visto que o Gabinete Técnico da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) já havia traçado o plano de preparação há meses e os clubes convidados comprometeram-se em aceder ao convite. 

Mesmo com o sintético parcialmente alagado por conta da chuva torrencial que se fez sentir ontem, os representantes moçambicanos não tiveram mãos a medir e realizaram um jogo que teve a duração de 90 minutos, onde foram postos em prática os trabalhos que vinham decorrendo ao longo da semana. A finalização voltou a estar no topo das prioridades, uma vez que o sector ofensivo ainda tem muitas lacunas por sanar. 

A ocasião serviu também para Dário Monteiro observar os cinco jogadores que foram ontem integrados no grupo. Trata-se de  Armando Dimande (central), Valdo Agostinho (avançado), Eugénio Babuba, Fasistêncio João  (guarda-redes) e Ivan Agostinho (avançado). 

Mussa Jr. Brahimo, mais conhecio por Mussito (avançado), do Costa do Sol, é outro jogador que  deverá se juntar ao grupo amanhã, segundo deu a conhecer o treinador da selecção provincial de Nampula, o responsável pela captação de talentos nesta parcela do país.

De notar que são conhecidas neste momento as selecções qualificadas para o CAN Sub-20, a ter lugar na Mauritânia, em Fevereiro de 2021, nomeadamente Mauritânia, Moçambique, Camarões, Gâmbia, Tanzania, Uganda, Namíbia, República Centro Africana, Burkina Faso e Gana.

Destes 10 países apurados, apenas quatro já lograram disputar a prova, a saber: Gana (11 presenças e três títulos), Camarões (10 presenças e um título), Burkina Faso (três presenças) e Gâmbia (duas presenças).

DÁRIO MONTEIRO, TÉCNICO NACIONAL: Estamos à procura de ritmo competitivo

“Temos as condições necessárias que procuramos  aqui em Nampula, pois, aproximam-se ao que iremos encontrar na Mauritânia. Infelizmente hoje não conseguimos fazer o jogo de preparação que havíamos delineado nos nossos planos. Até certo ponto isso criou-nos transtornos, porque estamos à procura de competição, nesta fase em que nos encontramos. Estamos a  precisar desse género de jogos para encontrar o ritmo competitivo de que tanto andamos à procura. Somos uma equipa que está a  preparar-se para umcampeonato africano e se não jogámos com equipas que era suposto defronta-las, então não estamos aqui a fazer nada.”

(Raimundo Zandamela)

Comments

A SELECÇÃO Nacional Sub-20 de Futebol, que joga hoje pelas 15.00 horas no Estádio 25 de Junho diante do Ferroviário de Nampula, no quadro da preparação com vista à sua participação no Campeonato Africano das Nações (CAN), que terá lugar na Mauritânia em Fevereiro, incidiu os seus trabalhos na finalização, o “calcanhar de Aquiles” para a equipa técnica.
Muito próximo da realidade que se deverá encontrar na Mauritânia, no que ao clima diz respeito, o calor e o relvado sintético do campo em Nampula tem permitido que os jogadores se apliquem a fundo e se adaptem às altas temperaturas a que estarão sujeitos próximo mês na Mauritânia.
Nos trabalhos de ontem Dário Monteiro e a sua equipa técnica contaram com a integração de cinco novos rostos captados na selecção provincial.

Trata-se de Armando Dimande (central), Eugénio Babuba e Fasistêncio João (guarda-redes), bem como Ivan Agostinho e Valdo Agostinho (avançados). Está prevista ainda a integração de mais um ponta-de-lança, Mussa Jr. Brahimo, do Costa do Sol, que deverá se juntar ao grupo amanhã depois do jogo contra os “locomotivas do Norte”.
Com este naipe de jogadores Dário Monteiro poderá ter um leque de opções que o possibilitarão colmatar os problemas na linha de ataque do combinado nacional.
Importa destacar que o sorteio para o Campeonato Africano das Nações (CAN) na categoria Sub-20 está agendado para a próxima segunda-feira, dia 25 de Janeiro, em Yaoundé, Camarões, segundo deu a conhecer a Confederação Africana de Futebol (CAF).

Moçambique está integrado no Pote 2, onde estão também as selecções do Gana e Burkina Faso, dois gigantes com os quais os “Mambinhas” não poderão cruzar, pelo menos na primeira fase do CAN.

Comments

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Sub-20 joga amanhã, terça-feira, pelas 15:00 horas, no Estádio 25 de Junho, diante do Ferroviário de Nampula, o seu quarto encontro de controlo, inserido na preparação para o CAN-2021, que terá lugar na Mauritânia, no próximo mês.

Nessa esteira, os “Mambinhas” tiveram, no sábado, o seu primeiro jogo-treino na capital do Norte, diante da selecção provincial de Nampula, tendo consentido a segunda derrota (3-1),  depois de ter vergado (2-1) diante da União Desportiva do Songo.

 

Com o seguimento dos trabalhos, na quarta-feira, o conjunto moçambicano terá apenas uma sessão de treino, sendo que na quinta-feira tem o encontro marcado com o Ferroviário de Nacala. Para além do treino único programado para o sábado, penúltimo dia do estágio em Nampula, os “Mambinhas” têm o regresso a Maputo agendado para a noite dedomingo.

Já em Maputo, a equipa de Dário Monteiro retomará os treinos no sintético da Associação Académica, estando assegurado um jogo-treino com ABB, agendado para a quarta-feira, dia 27 de Janeiro. Leia mais

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction