Imprimir
Categoria: Assim vai o mundo
Visualizações: 103

A LIBERDADE de imprensa tem continuado a deteriorar-se em muitos países, "onde o ódio aos jornalistas se transformou em violência", advertiu a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), no relatório anual publicado ontem. De acordo com a edição de 2019 do “ranking” mundial da liberdade de imprensa, elaborado pela RSF, apenas 24% dos 180 países e territórios analisados apresentam uma situação considerada "boa" ou "relativamente boa". Pelo terceiro ano consecutivo, a Noruega é o país mais favorável ao desenvolvimento da liberdade de imprensa, seguida da Finlândia e Suécia. No outro extremo, estão o Turquemenistão e a Coreia do Norte. A RSF também destacou o progresso da Etiópia e da Gâmbia. O relatório presta ainda especial atenção aos Estados Unidos, "onde um clima cada vez mais hostil se instalou na esteira da postura do Presidente Donald Trump em relação aos meios de comunicação" social.