O Projecto Catalisa, uma iniciativa do Projecto Mozambique LNG, liderado pela Anadarko, formou, recentemente, no distrito de Palma, na província de Cabo Delgado, um grupo de 100 jovens em empreendedorismo e outras matérias, que os permitam estar melhor preparados para competir no mercado de trabalho.

Espera-se que mais 200 jovens beneficiem deste tipo de formação até ao final do corrente ano. Durante os próximos cinco anos, espera-se que o Projecto Catalisa venha a formar cerca de 1.000 jovens, refere um comunicado de imprensa da Anadarko enviado à AIM.
As formações, implementadas pela TechnoServe, têm a duração de três meses e versam matérias como elaboração de planos de negócios, tecnologias de informação e comunicação e noções básicas de língua inglesa.
Após a formação, os jovens recebem acompanhamento durante nove meses, para a conclusão dos seus planos de negócio ou para a procura de trabalho.
Os 10 melhores estudantes de cada curso recebem uma orientação personalizada e fundos para o desenvolvimento do seu plano de negócios.
Falando na cerimónia de entrega de certificados de conclusão do curso, o representante do governo do distrito de Palma, Valente Jorge, afirmou que “queremos dar força aos graduados. Palma de hoje é muito diferente do Palma de amanhã. Várias empresas estarão aqui em Palma e nós teremos de dar resposta às necessidades de recursos humanos para o desenvolvimento do nosso distrito”.
“Queremos providenciar aos jovens as competências e ferramentas para que eles possam melhorar o seu acesso a futuras oportunidades de emprego, que advenham do projecto de gás natural liquefeito da Anadarko e seus parceiros ou de outros projectos”, disse, por seu turno, a coordenadora para a Área de Investimento Social da Anadarko, Sheila Comé.
A formação também confere aos jovens ferramentas, para que possam criar o seu auto-emprego.
Sheila Comé explicou que, na fase de construção, a Anadarko e seus parceiros prevêem a criação de 5.000 empregos para moçambicanos.
Henriques Duarte, um dos beneficiários da formação, disse que “este curso trouxe muitas mudanças. Eu não sabia como me apresentar numa entrevista, agora já sei. O meu sonho é ser um empreendedor. Já que aqui, no treinamento, adquiri muitas habilidades em como ser empreendedor, vou pôr em prática o que aprendi e aplicar no mercado de trabalho. Para os que ainda não concorreram ao programa de treinamento, convido-os a aderirem em massa, porque aqui não se paga nada e os formadores são espectaculares”.
Orçado em 10,5 milhões de dólares, o Catalisa faz parte da estratégia de investimento social da Anadarko e é um projecto de cinco anos que visa apoiar o desenvolvimento do agro-negócio em Cabo Delgado e formação de jovens em Palma.
A componente de agro-negócio visa aumentar o investimento, rendimento e emprego local, assim como estimular a criação e o crescimento do agro-negócio auto-sustentável.
A formação irá preparar os jovens para as oportunidades de emprego e criação de negócios que vão surgir com o desenvolvimento dos projectos de gás da bacia do Rovuma.
A Anadarko Moçambique Área 1 Lda., uma subsidiária integral da Anadarko Petroleum Corporation, é a operadora da Área 1 Offshore com uma participação de 26.5 porcento. O co-emprendimento inclui a ENH Rovuma Área Um, S.A. (15 porcento), Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20 porcento), ONGC Videsh Ltd. (10 porcento), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10 porcento), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10 porcento) e PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8.5 porcento).

 

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction