Imprimir
Categoria: Economia
Visualizações: 516

A Autoridade Tributária de Moçambique averbou, nos últimos cinco anos, um prejuízo fiscal estimado em cerca de 65 mil milhões de meticais.

 A região Centro, tida como a mais crítica em termos de contrabando, lesou o Estado em cerca de 59 mil milhões de meticais.

Os dados foram apresentados, quarta-feira, em Maputo, após a assinatura do Contrato de Concessão para a Instalação e Operacionalização do Sistema Electrónico de Selagem e Rastreio de Carga, entre a Autoridade Tributária e a Empresa Mozambique Electrónic Cargo Tracking-Services.

A Presidente da AT, Amélia Nakhare, citada pela Rádio Mocambique, disse que o mecanismo electrónico de selagem e rastreio de carga vai assegurar que as mercadorias transitem para outros países de forma segura e sem riscos fiscais em Moçambique