Imprimir
Categoria: Economia
Visualizações: 1707

Arrancou na manhã de hoje, na cidade de Maputo, a VI Conferencia de Gás em Moçambique, (Mozambique Gas Summit), na qual o Chefe do Estado, Filipe Nyusi, manifestou a sua vontade e do Governo de facilitar o desenvolvimento da indústria do gás no país.

Nyusi manifestou este desejo durante a cerimónia de abertura do evento que decorre até amanha, no Centro internacional de Conferencia Joaquim Chissano, na capital do país.

Para o desenvolvimento do sector do gás em Moçambique, o presidente convidou a todos os moçambicanos a juntar esforços e sinergias para esta causa.

“É necessário congregar vontade, esforços e sinergias canalizando para a concretização dos objectivos colectivos que beneficie a todos e seus integrantes” salientou o Presidente da República.

A fonte referiu que a indústria do gás deve ser um elemento catalisador da economia para que a produção possa pagar as despesas de saúde, educação, energia e infra-estruturas do nosso país.

Filipe Nyusi explicou que a VI conferência ocorre num período crucial do processo de implantação da indústria de hidrocarbonetos no país, pois importantes passos dados sinalizam a confiança dos investidores em relação a capacidade do país.

Após declarar aberta a sessão, o Chefe do Estado visitou uma exposição sobre a indústria do gás. Participam deste evento, dirigentes do governo, diplomatas, empresários e serão apresentadas vários painéis sobre esta temática que o país vive na indústria de hidrocarbonetos.