Director: Júlio Manjate

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, CFM, está a construir um Porto seco em Ressano Garcia, província do Maputo, com vista a fazer face ao aumento do trânsito de camiões na EN4, no sentido África do Sul-Ressano Garcia-Porto de Maputo, segundo um comunicado oficial a que o Notícias Online teve hoje acesso.

Será a partir daquela infra-estrutura, a ser concluída em Março de 2020, que os camiões poderão descarregar e, de lá, as cargas serem colocadas nos vagões com destino aos portos de Maputo e/ou Matola.

“A Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique EP tem estado a notar com preocupação a situação do aumento do trânsito de camiões na EN4, sentido África do Sul - Ressano Garcia-Porto de Maputo, facto que tem causado grandes transtornos na circulação rodoviária. Efectivamente, a situação resulta de problemas operacionais no sistema ferroviário sul-africano, onde, segundo consta, bruscamente, elevou-se a procura deste meio de transporte por parte dos clientes baseados naquele país. Como alternativa, estão sendo forçados a optar pelo escoamento das suas cargas por via rodoviária”, lê-se no documento.

Os CFM asseguram ainda estarem preparados para transportar as cargas que transitarem para o território moçambicano até ao Porto de Maputo e/ou Matola a partir de Komatipoort, “ tanto é que, no âmbito do plano estratégico da empresa, para reforçar a capacidade de reboque, a empresa acaba de adquirir 300 vagões para o transporte de cargas, grande parte dos quais a caminho de Maputo, destinados exclusivamente para a linha de Ressano Garcia”.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction