Director: Lazaro Manhiça

O Governo quer maior celeridade na implementação de projectos turísticos no país, de modo a promover-se a contribuição deste sector na diversificação e competitividade da economia nacional.

O Primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, defende que, dada a sua interligação com os sectores da agricultura, transportes e artesanato, o turismo é uma fonte de captação de divisas para o país e uma indústria provedora de emprego e renda, sobretudo para jovens.

Falando ontem em Maputo, na cerimónia de tomada de posse do director-geral do Instituto Nacional do Turismo (INATUR), Geremias Manusse, Carlos Agostinho do Rosário referiu que,para dinamizar este sector, o Executivo tem vindo a implementar o Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo 2016-2025, com o objectivo de tornar Moçambique “no destino mais vibrante e dinâmico de África”.

“Neste âmbito, esperamos que o novo director do INATUR assegure boa articulação entre os sectores público e privado, com vista a tornar mais fáceise acessíveis as viagens dentro do país, através de uma maior interconectividade dos transportes aéreos, terrestres e marítimos”, disse.

O Primeiro-ministro lembrou que o director-geral do INATUR toma posse numa altura em que o mundo enfrenta uma das maiores pandemias das últimas décadas, o novo coronavírus.

“Um dos sectores mais afectados por esta pandemia é o turismo, o que aumenta ainda a responsabilidade do empossado em encontrar soluções criativas e proactivas para mitigar o impacto negativo do Covid-19 para o sector do turismo”, afirmou.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction