Imprimir
Categoria: Internacional
Visualizações: 1054

A ÍNDIA tornou-se, sábado (1º de Maio),primeiro país do mundo a registar mais de 400 mil casos de infecção pelo novo coronavírus em um único dia.

Na tentativa de travar o contágio, a Índia ampliou a campanha de imunização para todos os adultos, mas faltam vacinas no país que mais produz vacinas no mundo.

Na capital, Nova Delhi, as autoridades pediram para as pessoas não se aglomerarem nos postos de vacinação porque as doses ainda não chegaram.

O “lockdown” na cidade, em vigor desde 19 de Abril, foi estendido por mais uma semana.

No oeste do país, um incêndio numa ala de doentes com Covid-19 matou pelo menos 16 pessoas. É o segundo incêndio em hospitais indianos em uma semana.

Carregamentos de ajuda humanitária avançam para a Índia com 120 respiradores artificiais da Alemanha, oito aparelhos de oxigénio oriundos da França, para mais de 1,3 bilhão de habitantes, precisa de muito mais.

A comunidade internacional se mobiliza, fala em solidariedade e cooperação. Mas também se protege. Turistas indianos não entram no Reino Unido neste momento. Os Estados Unidos vão restringir a entrada de pessoas vindas da Índia a partir de terça-feira (4).