Director: Lázaro Manhiça

O PRESIDENTE do Haiti, Jovenel Moise, foi assassinado na madrugada de hoje (07) na sua casa por um comando formado por elementos estrangeiros, anunciou o primeiro-ministro cessante, Claude Joseph.

A mulher do Presidente foi ferida no ataque e hospitalizada, precisou Joseph, apelando à população para manter a calma e indicando que a polícia e o exército assegurarão a manutenção da ordem.

Joseph condenou o que designou de “acto odioso, desumano e bárbaro”.

“O Presidente foi assassinado em sua casa por estrangeiros que falavam inglês e espanhol. Atacaram a residência do Presidente da República”, declarou Claude Joseph.

“A situação de segurança está sob controlo”, assegurou.

Vindo do mundo dos negócios, Jovenel Moise, 53 anos, foi eleito Presidente em 2016 e assumiu o cargo a 07 de Fevereiro de 2017.

Didier le Bret, ex-embaixador francês no Haiti, disse à rádio France 24 que a situação política no país caribenho, já voláctil, ameaça sair totalmente de controlo.

Um novo primeiro-ministro, Ariel Henry, deveria ter tomado posse nesta quarta-feira.

Segundo o diplomata, como isso não aconteceu, não está claro quem está dirige dirigindo o país.

Entretanto, Claude Joseph disse que agora está no comando do país.

O Haiti, a nação mais pobre do continente americano, regista problemas económicos, políticos, sociais e de insegurança, nomeadamente com raptos para a obtenção de resgates realizados por gangues que quase sempre ficam impunes.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction