Imprimir
Categoria: Internacional
Visualizações: 284

OS Talibãs “parecem ter uma vantagem estratégica” no Afeganistão, mesmo sabendo que a vitória está longe de estar assegurada, disse quarta-feira (22) o chefe do Estado Maior dos Estados Unidos da América (EUA), general Mark A. Milley.

Durante uma entrevista, Mark Milley explicou que os Talibãs controlam “cerca de metade” dos distritos afegãos, mas nenhuma das principais cidades do país, adiantando que o exército local está a reagrupar-se para proteger a população.

“Uma vitória militar automática dos Talibãs não é uma conclusão precipitada”, acrescentou.

De acordo com o chefe do Estado Maior dos EUA, os Talibãs controlam 212 dos cerca de 400 distritos afegãos e cerca de 17 das 34 capitaisprovinciais.

O exército afegão, com 300 mil militares treinados e equipados pelo Ocidente, “tem os meios” para defender o país, observou Mark Milley, indicando que tudo vai depender da “determinação e liderança do povo afegão, das forças afegãs e do governo afegão”.

Por seu lado, o secretário de Estado da Defesa, Lloyd Austin, salientou que os EUA ofereceram ao exército afegão três helicópteros de combate ‘Blackhawk’, na sexta-feira, e que vão dar outros equipamentos.

“Continuamos empenhados em ajudar o exército e governo afegão no futuro”, disse.

Os Talibãs têm lançado ataques contra as forças afegãs desde Maio, após a retirada das forças militares internacionais do Afeganistão, que está prevista terminar no final de Agosto proximo.