Pelo menos 15 soldados morreram, ontem, num ataque a uma base militar da Nigéria, uma ofensiva, alegadamente, conduzida por membros do grupo “jihadista” Boko Haram, segundo fontes militares citadas pela agência France-Presse.

“Os corpos de 15 soldados já foram encontrados”, disse à AFP um oficial nigeriano sob anonimato, que acrescentou que “muitos soldados continuam desaparecidos”.

O ataque de hoje à base militar de Gajiram, no nordeste do país, zona próxima da bacia do lago Chade e da fronteira com Níger, Chade e Camarões, foi confirmado por telefone por outra fonte militar contactada pela AFP.

Segundo habitantes daquela zona, os perpetradores do ataque passaram por Gajiram por volta das 18:00 horas locais (mesma hora de Lisboa).

"Os homens armados entraram na cidade pelas 18:00, depois de derrotarem os soldados da base", afirmou Mele Butari, um habitante de Gajiram, à AFP.

O grupo Boko Haram foi criado em 2002 no nordeste da Nigéria por Mohameh Yusuf, após o abandono do norte do país pelas autoridades.

Inicialmente, os seus ataques eram dirigidos à Polícia nigeriana, uma vez que representava o Estado. No entanto, desde a morte de Yusuf, em 2009, o grupo passou a ter uma abordagem mais radical.

Desde então, o Boko Haram matou mais de 20 000 pessoas e as suas ofensivas provocaram, aproximadamente, dois milhões de deslocados, de acordo com as Nações Unidas.

 

 

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction