Imprimir
Categoria: Internacional
Visualizações: 1817

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, demitiu, ontem, o Governo liderado pelo Primeiro-Ministro Aristides Gomes, segundo um decreto presidencial enviado à imprensa, na sequência de uma reunião do Conselho de Estado.

“É demitido o Governo chefiado pelo senhor Aristides Gomes”, pode ler-se no decreto.

No decreto, o Presidente guineense justifica a decisão sublinhando que a situação prevalecente se “enquadra numa grave crise política e que está em causa o normal funcionamento das instituições da República, em conformidade com o estatuído no número 2 do artigo 104 da Constituição da República”.

José Mário Vaz convocou, ainda ontem, os partidos com assento parlamentar e o Conselho de Estado, depois de, no sábado, ter responsabilizado o Governo por agravar a discórdia e desconfiança no processo de preparação das eleições presidenciais, marcadas para 24 de Novembro, com a repressão de um protesto não autorizado pelo Ministério do Interior, em Bissau, que provocou um morto.