Catorze marinheiros morreram, na sequência de um incêndio, num submarino da marinha russa, disse hoje o Ministério da Defesa da Rússia.

Os marinheiros morreram, quando o submarino realizava testes militares, em águas territoriais do norte da Rússia.

O incêndio foi extinto pela tripulação do submarino, que agora se encontra ancorado no porto árctico de Severomorsk, uma base da Frota do Norte da marinha russa, para reparações.

O Ministério da Defesa anunciou que foi iniciado um inquérito às causas do incêndio.

A marinha russa perdeu um submarino, em 2000, quando o Kursk se afundou no mar de Barents, após explosões na proa, matando 118 tripulantes.

Comments

O PRESIDENTE da República Democráticado Congo (RDCongo), Félix Tshisekédi, declarou à RFI e ao canal de televisão France 24, que até a data ele não proibiu nenhuma manifestação no seu país. Leia mais

Comments

UM camião-cisterna incendiou-se e explodiu em Benue, Nigéria, causando a morte de pelo menos 50 pessoas. O incidente, que deixou também mais de 70 feridos, ocorreu quando populares tentavam roubar o combustível do veiculo, anunciaram ontem os serviços locais de segurança. Leia mais

Comments

PELO menos dez pessoas terão sido mortas em confrontos, domingo,com as forças de segurança em Cartum, durante várias manifestações de apoio à transição do poder para os civis no Sudão.A Junta Militar responsabilizaos líderes do protesto pelas mortes. Leia mais

Comments

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, considerou que o encontro de domingo com o Presidente dos Estados Unidos foi "um momento histórico para pôr fim ao conflito na península coreana", afirmou a agência noticiosa norte-coreana KCNA.

O encontro, que decorreu na zona desmilitarizada entre as suas Coreias, durou cerca de 50 minutos.

No final, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os dois países vão iniciar reuniões de trabalho "nas próximas três semanas" sobre o processo de desnuclearização, mas, segundo foi referido, as actuais sanções à Coreia do Norte vão continuar em vigor.

As conversações bilaterais sobre desnuclearização entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte estavam num impasse desde a cimeira falhada de Hanói entre Trump e Kim, em Fevereiro deste ano.

Donald Trump disse ainda que convidou o líder norte-coreano a visitar os Estados Unidos.

Trump tornou-se no primeiro Presidente dos Estados Unidos em funções a entrar em solo da Coreia do Norte, depois de cumprimentar o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

 

 

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction