Director: Júlio Manjate

ASforças policiais do Malawi intervieram quarta-feira em Blantyre, no sul do país, para separar um confronto entre manifestantes da oposição, que denunciam a reeleição em Maio do Presidente Peter Mutharika, e apoiantes do partido no poder. O ministro malawiano da Justiça e Assuntos Constitucionais, Bright Msaka, afirmou ser do consenso regional na África Austral que a paz, estabilidade e prosperidade só podem ser garantidos através da via democrática, avisando aos candidatos que poderão perder apoios populares, com a “moda” de levar as disputas eleitorais aos tribunais. Leia mais

Comments

VIOLENTOS confrontos foram registados quarta-feira em eSwatini, depois que a polícia tentou reprimir uma manifestação de funcionários públicos contra baixos salários e o aumento do custo de vida no pequeno reino ‘encravado’ entre Moçambique e África do Sul. Leia mais

Comments

Moçambique foi convidado para liderar a missão de observadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP, às eleições presidenciais na Guiné-Bissau.

O embaixador de Moçambique em Lisboa, Joaquim Bule, confirmou à lusa que Moçambique foi consultado para presidir à missão.

Bule assegurou que o governo moçambicano ainda não tomou qualquer decisão sobre o convite, nem em relação à pessoa que vai assumir a liderança da missão. Integram a CPLP, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

 

Comments

A UNITA, maior partido na oposição angolana, denuncia, que a fome e seca, que assola populações do sul do país, tem causado "muitas vítimas mortais, incluindo suicídios em comunidades,que veem o seu gado a desaparecer". "As autoridades afirmaram,que ninguém morreu por consequência da fome e nem da seca, mas, meus senhores, a fome e a seca tem feito morrer muita gente, aceleram outros problemas, há suicídios de comunidades,que veem o seu gado a desaparecer", afirmou, terça-feira, Adalberto da Costa Júnior, presidente do grupo parlamentar da União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA). Leia mais

Comments

Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe estão entre os 20 países africanos, que mais facilitaram a entrada de turistas em 2018, segundo um relatório sobre hospitalidade da plataforma africana de viagens Jumia, ontem, divulgado.

O relatório, que vai na sua terceira edição, coloca Cabo Verde (8.º) entre os 10 destinos africanos mais competitivos em 2018, atrás da Tunísia (7.º), Quénia (6.º), Namíbia (5.º), Marrocos (4.º), Seychelles (3.º), África do Sul e Maurícias (1.º) e à frente do Botswana (9.º) e da Tanzânia (10.º).

A companhia de aviação estatal angolana TAAG foi uma das duas únicas empresas africanas a integrar o "top 10" das rotas mais lucrativas com a sua ligação Luanda-Lisboa, que rendeu 231,6 milhões de dólares, de acordo com o mesmo estudo.

O relatório foi apresentado durante o África Hotel Investment Forum (AHIF), que decorre até hoje, 25 de Setembro, em Adis Abeba, antecipando o Dia Mundial do Turismo, que se assinala, na sexta-feira.

Entre os países lusófonos, a Guiné Bissau (4.º lugar) é o país, que menos restrições coloca à entrada de turistas, com uma pontuação de 71.5, no que respeita à abertura em matéria de vistos.

Segue-se Cabo Verde, que ocupa o 6.º lugar, com uma pontuação de 71.3, Moçambique, que surge em 8.º lugar com 70.8 pontos, e São Tomé e Príncipe em 20.º lugar com 64.7 pontos.

Como menos restritivos em matéria de vistos turísticos, do que a Guiné-Bissau surgem apenas as Maurícias, o Benim e o Ruanda.

Globalmente, o relatório, que reporta ao ano de 2018, aponta que as viagens e o turismo contribuíram para 8,5% do Produto Interno Bruto (PIB) de África, o equivalente a 196,2 mil milhões de dólares .

O continente africano foi a segunda região turística, com o maior ritmo de crescimento médio (5,6%), a seguir à zona da Ásia-Pacífico, e acima do 3,9% de crescimento médio mundial.

África recebeu 67 milhões de turistas internacionais em 2018, comparados com 63 milhões em 2017 e 58 milhões em 2016.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction