Director: Júlio Manjate

A representante do secretário-geral da ONU na Guiné-Bissau, Rosine Sori-Coulibaly, felicitou, ontem, Domingos Simões Pereira e Umaro Sissoco Embaló, pela passagem à segunda volta das presidenciais e o "alto grau de transparência" das eleições de domingo.

"Tomámos nota dos resultados provisórios oficiais da primeira volta, anunciados ontem pela CNE (Comissão Nacional de Eleições). Felicito os senhores Simões Pereira e Sissoco Embaló, os dois candidatos que disputarão a segunda volta, e transmito o nosso apoio contínuo ao processo eleitoral e votos de sucesso para suas respetivas candidaturas", refere a representante de António Guterres em Bissau, em comunicado divulgado à imprensa.

No comunicado, Rosine Sori-Coulibaly destaca também que "nenhuma queixa formal foi registada" e que os "poucos incidentes foram tratados imediatamente pela CNE".

"Isso mostra o alto grau de transparência do processo eleitoral na Guiné-Bissau, que eu testemunhei pessoalmente, e que constitui um exemplo para toda a região", salienta.

A representante do secretário-geral da ONU em Bissau felicitou a sociedade civil e as forças de segurança, que contribuíram para um "clima propício para a realização bem sucedida das eleições".

"Todas as missões de observadores internacionais afirmaram que a eleição foi pacífica, transparente e os resultados da primeira volta foram aceites por todos. No entanto, o vencedor desta eleição deve ser o povo da Guiné-Bissau que, durante todo o processo, demonstrou a sua determinação em virar a página da instabilidade e abrir um novo capítulo de trabalho conjunto em paz para o futuro do seu país", acrescenta.

Comments

A pena imposta contra o ex-Presidente brasileiro Lula da Silva,num processo ligado àoperação Lava Jato, julgado ontemem segunda instância, foi agravada de 12 e 11 meses de prisão para cerca de 17 anos de cadeia.

Os três juízes da 8ª Secção do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), João Pedro Gebran Neto, Leandro Palsen e Carlos Thompson Flores consideraram o antigo Presidente do Brasil de culpado dos crimes de corrupção e branqueamento de capitais, num processo sobre reformas numa casa de campo,numa quinta em Atibaía, realizadas como pagamento de subornos pelas construtoras Odebrecht e OAS.

A pena de Lula da Silva foi assim aumentada para 17 anos, um mês e 10 dias de prisão.

Os magistrados também rejeitaram anular a sentença por causa de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tomada em Outubro, relativa à ordem da manifestação de denunciantes e denunciados no final de processos de primeira instância.

Num julgamento sobre outro processo, o STF, instância judicial máxima do país, considerou de ilegal os juízes e a defesa se manifestarem ao mesmo tempo no final de um processo criminal, prática que foi adoptada pela magistrada Gabriela Hardt, responsável pela sentença em análise.

Comments

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) da Guiné-Bissau anuncia hoje, de manhã, os resultados das presidenciais de domingo passado, em que foram chamados a votar mais de 760 mil guineenses.

A CNE anunciou na terça-feira que irá divulgar os resultados das eleições presidenciais às 10.30 horas, numa unidade hoteleira de Bissau.

Mais de 760 000 eleitores foram chamados às urnas no último domingo para eleger o próximo Presidente da Guiné-Bissau, entre 12 candidatos.

A campanha foi marcada pela nomeação de um novo governo por parte do Presidente-cessante e recandidato ao cargo, José Mário Vaz, que foi recusado pela comunidade internacional.

Por outro lado, já na recta final da campanha, foi anunciado um acordo entre vários candidatos contra Domingos Simões Pereira, apoiado pelo Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), no poder. O acordo prevê o apoio ao candidato que passe a uma eventual segunda volta, prevista para 29 de Dezembro, contra Domingos Simões Pereira.

As eleições foram acompanhadas, no país, por 23 observadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), 54 da União Africana, 60 da CEDEAO e 47 dos Estados Unidos da América, que consideraram que a votação decorreu com normalidade e de forma transparente.

 

 

Comments

Cerca de 1,3 milhão de eleitores namibianos são chamados hoje às urnas para participarem nas eleições gerais do seu país, nas quais se espera uma clara vitória do actual Presidente e do seu partido.

A reeleição do Presidente namibiano, Hage Geingob, 78 anos, para um segundo mandato, enquanto chefe de Estado da Namíbia, é dada como praticamente certa, assim como a conquista da maioria dos 96 assentos parlamentares provenientes do seu partido, a Organização do Povo do Sudoeste Africano (SWAPO, na sigla inglesa).

Nas anteriores eleições gerais, em 2014, a SWAPO conquistou 80% dos votos - a sua maior percentagem de sempre no país que alcançou a sua independência em 1990 -, ao passo que Geingob obteve 87% das preferências dos eleitores na corrida à presidência.

Hage Geingob enfrenta desta vez um desafio inesperado, Panduleni Itula, um dentista com 62 anos, que se apresenta como candidato independente, ainda que militante da SWAPO, que poderá roubar-lhe eleitorado.

Itula personificou ao longo da campanha a insatisfação entre as novas gerações e facções descontentes dentro da SWAPO, mas os analistas políticos não são unânimes quanto ao impacto que poderá vir a ter nestas eleições.

Cerca de 43% dos jovens estão desempregados e uma forte afluência às urnas por parte dos mais de 400 mil eleitores nascidos já depois da independência do país pode resultar numa boa notícia para Itula.

Hage Geingob não parece, todavia, muito preocupado.

Apesar de um mandato que chega ao fim com um terço (34%) da população desempregada, principalmente jovens (43%), do produto interno bruto (PIB) em queda sucessiva desde 2017, até à primeira metade do ano, o Presidente fechou a sua campanha no sábado com o seguinte apelo: "Votem em mim, para que possa continuar no mesmo caminho".

"Estamos empenhados na segunda fase da nossa luta, a da emancipação económica e da satisfação das necessidades básicas", disse também o candidato à reeleição aos cerca de 2000 “torcedores” presentes num estádio em Windhoek, a capital namibiana, que alimentou com canções da guerra da independência.

Entre os candidatos da oposição figuram McHenry Venaani, de 42 anos, líder do Movimento Popular Democrático, que fez campanha em torno da maioria de dois terços da SWAPO no parlamento, que Venaani diz ter alimentado a impunidade, clientelismo e corrupção.

O Movimento dos Sem Terra, liderado por Bernadus Swartbooi, concentrou-se na expropriação de terras na Namíbia, que tem uma das mais altas taxas de desigualdade do mundo.

A primeira mulher a lutar pelo cargo do mais alto magistrado da nação, Esther Muijangue, 57 anos, denunciou a corrupção e o clientelismo do regime, recebendo da Wikileaks um presente inesperado sob a forma de demissão de dois ministros este mês, por terem recebido subornos de uma empresa de pesca islandesa.

 

 

Comments

O número de mortos causados pelo sismo, de magnitude 6,4 na escala de Richter, que atingiu ontem a Albânia, aumentou para 16, indicou terça-feira um novo balanço fornecido pelo Ministério da Defesa albanês.

Vários edifícios colapsaram e as autoridades procuram agora sobreviventes entre os escombros. O anterior balanço apontava para um morto e cerca de 150 feridos.

O Presidente da Albânia, Ilir Meta, afirmou que a situação na cidade de Thumane, mais próxima do epicentro, é "muito dramática" e que estão a ser feitos todos os esforços para tirar as pessoas dos escombros.

O ministro da Saúde, por sua vez, disse que cerca de 300 feridos já foram transferidos para hospitais em Durres, Tirana e Thumane, mas que espera ainda mais feridos.

Mais de 300 militares foram mobilizados para participar nas operações de resgate em Durres e Thumane, onde “há pessoas presas nos escombros”, de acordo com o ministro da Defesa.

O sismólogo Rrapo Ormeni explicou na televisão local que se trata do mais forte sismo ocorrido na região de Durres desde 1926.

O sismo começou por volta das 2.00 horas de madrugada e os moradores de Tirana, em pânico, saíram às ruas, informou um correspondente da agência de notícias France-Presse.

O sismo foi seguido de várias réplicas, a mais forte das quais com magnitude de 5.3 e, de acordo com o centro sismológico euro-mediterrâneo, os danos são consideráveis.

Entretanto, o primeiro-ministro anunciou que já há equipas internacionais de apoio a caminho da Albânia, nomeadamente de Itália e Grécia. 

Os presidentes da França e da Turquia já comunicaram às autoridades albanesas a sua disponibilidade para fazer avançar meios para apoiar o resgate, tendo a embaixada dos EUA feito idêntica oferta ao primeiro-ministro Edi Rama.

As operações de busca e salvamento continuam e sabe-se que há várias pessoas que aguardam pela chegada dos meios de emergência.

 

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction