Director: Júlio Manjate

NUM VAL PENA!: Assim mesmo tá bom?! - Leonel Abranches

 

Sentado tranquilamente no hall de entrada do Jornal Notícias, enquanto esperava por uma boleia que me levaria para o aconchego de casa e da família, sou quase que atropelado por um colega que, respirando ruidosamente, pede-me que veja um vídeo no seu celular. Afasto delicadamente a mão e o celular, pois quase que adivinhava que se tratava de cenas não dignas de um cristão devoto quanto eu, sem falsas modéstias.

“O mundo acabou juro. Veja-me isto....” e abriu o vídeo, ante a minha repulsa.

Confesso que fiquei com os cabelos em pé. Uma sequência de imagens retratava com detalhe um jovem casal numa praia e aos olhos de quem quis ver e captar imagens em actos sexuais. Assim mesmo como digo. Sem qualquer desprimor.

Atónito, ainda perguntei:

Ovlá, mas isto é isto mesmo que estou a ver?! Ou é uma daquelas representações teatrais de baixa qualidade...?!”

“É isso mesmo. Não há qualquer montagem aí! Esse vídeo está a girar nas redes sociais... coisas de vergonha”

“....pogaaa! Isto é na praia da Costa do Sol. Mas estes moços têm família?! Não percebo! Estão bêbados? Estão malucos? Possuídos pelo demónio?!”- não conseguia disfarçar a minha incredulidade, sobretudo porque à volta dos jovens dezenas de pessoas assistiam dando vivas e encorajando-os para ensaios mais audazes. Ninguém parecia dar mostras de indignação. Não havia qualquer sinal de perplexidade. Aplaudiam e ululuvam, enquanto salivavam como saloios eremitas. Não percebi nada!

Vamá deixar! Não vais perceber nada. Essa malta `enjagera` sabe?!! É o fim dos tempos,” dizia o meu interlocutor enquanto ia mostrando outros vídeos, cada um  pior que outro. À luz do dia, obscenidades dignas de um roteiro de cinema pornográfico com estrelas conceituadas.

“A moda das modas, meu irmão... ainda não reparaste que nos últimos tempos vão surgindo imagens e vídeos feitos por malta jovem cujos conteúdos rompem com o normal do saber estar e da civilização?”- ia comentando o meu colega, com estranha destreza de quem conhece o assunto, enquanto revirava o telefone de cima para baixo.

“A moda agora é fazer tudo o que seja contrário aos valores morais... esta geração está doente... heresia!”

Estrebuchei e indaguei:

“Será que tudo quanto está a acontecer é mesmo culpa dos jovens? Os valores que eram transmitidos pelas igrejas, qualquer uma delas, seja cristãs, protestantes, muçulmanas, hoje deixaram de se ouvir. Entraram em cena caloteiros e sacerdólares... profetas do imundo e submundo, de conduta repreensível e que se pavoneam imbecilmente pela cidade sem qualquer agenda moralista... o resultado tá aí...”

Edjó, você também fala maningue... assim tás a curtir malta Joe Wiliams?!”

“...não só essa mediocridade de pessoa, como também aqueles que deixam que eles aconteçam, que deixam que nasçam e cresçam como cogumelos antros de perdição religiosa... esses gajos são um ultraje à nossa inteligência”, indignei-me exasperado.

O país perdeu o que se pode considerar de “centro moral”, fornecido pelas igrejas, mas também pela educação primária, ou seja pelo centro familiar. Hoje as famílias estão desagregadas por conta de eventos como a globalização e sobretudo pela carestia de vida. A globalização invade o país, que, sem fronteiras firmes que permitam escolher entre o aceitável e o pueril, deixa entrar porcaria, isso mesmo... porcaria! Aceitamos de forma pornográfica modas importadas do ocidente, todas elas decalcadas de podridão e execráveis. Basta ver o que vestimos, como vivemos, o que cantamos, como namoramos e até o que comemos.

Perdemos o nosso centro de valores, o nosso modo de viver e estar no mundo e por isso não encontramos respostas para a nossa existência que não seja na podridão. Estamos socialmente à deriva e com um furo no casco que nos levará ao fundo lúgubre da nossa existência. Poxa!

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction