Director: Lázaro Manhiça

O MINISTRO dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, defendeu no final da sua visita a Moçambique, maior mobilização possível de parceiros para garantir segurança em África.

“Quanto mais nos mobilizarmos para pararmos as redes terroristas e as ligações evidentes com redes dos mais diferentes tráficos, maior segurança traremos a África e melhor defenderemos também os interesses próprios da União Europeia (UE)”, referiu.

O chefe da diplomacia portuguesa falava no final de uma visita de dois dias em resposta ao pedido de ajuda de Moçambique para acabar com a insurgência armada na província de Cabo Delgado.

A propósito de diferentes manifestações de interesse de outros países e organizações em apoiar Moçambique a resolver o problema e questionado sobre se tal não reflecte uma competição pela influência em África, Augusto Santos Silva respondeu que não.

“Enquanto europeus, cooperamos com África no respeito escrupuloso pela chamada arquitectura africana para a paz e segurança”, sublinhou, “assim como pelos princípios da União Africana, além da soberania das autoridades nacionais”.

A violência terrorista em Cabo Delgadoestá a provocar uma crise humanitária com mais de duas mil mortes e 560 mil pessoas deslocadas, sem habitação, nem alimentos, concentrando-se sobretudo na capital provincial, Pemba.

Augusto Santos Silva deslocou-se a Moçambique no semestre em que Portugal assume a presidência rotativa do Conselho da UE.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction