Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 1309

O sector energético no país tem vindo a registar um crescimento assinalável, nos últimos anos, sobretudo, com a expansão da rede de comercialização de combustíveis líquidos, associada ao aumento do parque automóvel e industrial.

Esta evolução do sector energético nacional, está ainda associada ao surgimento e desenvolvimento do mercado do gás natural, com a exploração de hidrocarbonetos em diversas áreas do nosso país.

Estas constatações foram apresentadas hoje em Maputo, pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, que falava na cerimónia de tomada de posse do Presidente do Conselho de Administração da Autoridade Reguladora de Energia, Paulo António da Graça.

A fonte referiu que apesar deste crescimento, há ainda alguns desafios associados a questão de segurança e estabilidade energética, bem como, da necessidade de fazer face ao fenómeno do aquecimento global.

Do Rosário acrescentou que para responder a estes desafios, foi criada a Autoridade Reguladora de Energia – ARENE, através da transformação do Conselho Nacional de Electricidade – CNELEC, que era um órgão de consulta em matérias ligadas a área da electricidade.

A ARENE passa a ter poderes de regulação e supervisão dos subsectores da electricidade, gás natural, combustíveis líquidos e energias renováveis, assegurando deste modo, o alinhamento do sector da energia às melhores práticas internacionais.