Imprimir
Categoria: Política
Visualizações: 1879

A COMUNIDADE internacional em Moçambique felicita a todos os envolvidos no processo de cessação definitiva das hostilidades militarespelo apoio que continua aassegurar o processo do Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR). Ontem, quatro de Agosto, o país celebrou o primeiro ano em que o Presidente da República, Filipe Nyusi,e o líder da Renamo, Ossufo Momade, assinaram, no Parque Nacional da Gorongosa, em Sofala, o Acordo de Cessação das Hostilidades Militares. Na cerimónia, os dois dirigentes juraram nunca mais pegar em armas para resolver os seus diferendos, destacando na altura o diálogo como a chave para a manutençãoda paz. Leia mais