Director: Júlio Manjate

O Presidente da República do Ruanda, Paul Kagame, felicitou o seu homólogo moçambicano, Filipe Nyusi, pela reeleição ao cargo nas eleições de 15 de Outubro.

Kagame afirmou que as eleições moçambicanas foram bem sucedidas e aguarda-se pelo pronunciamento do Conselho Constitutional.

O Chefe do Estado ruandês fez este pronunciamento, segunda-feira, em Kigali, na reunião de alto nível das lideranças africanas sobre investimentos na saúde.

Refira-se que o Presidente da República recebeu também felicitações da directora executiva da ONUSIDA, Winnie Byanyima.

Filipe Nyusi participou, segunda-feira, na capital do Ruanda, na 20a conferência internacional sobre HIV e Sida.

Na imagem, o Presidente da Repúbllica, Filipe Nyusi, num encontro com o seu homólogo ruandês, Paul Kagamé, à margem da reunião de alto nível sobre saúde que vinha decorrendo em Kigali.

Comments

A RENAMO garantiu ontem, em Maputo, que vai continuar a respeitar e cumprir o seu papel para a efectivação do processo de Desmobilização, Desmilitarização e Reintegração social (DDR) dos seus homens armados, como foi acordado com o Governo. A garantia foi dada pelo secretário-geral desta formação política, André Magibire, no final da cerimónia de encerramento do primeiro curso de formação e integração dos antigos guerrilheiros da Renamo na Polícia da República de Moçambique (PRM). Leia mais

Comments

A HUMILDADE que caracteriza oantigo Presidente da República Joaquim Chissano, pessoa  com larga experiência de vida, então já considerado “wise man”, valeu-lhe a clarividência com que trata os diferentes assuntos e testemunha que,ao sentir a necessidade de adquirir conhecimentos específicos de matérias que não dominava, não ficou no alto do seu pedestal. Leia mais

Comments

A presidente da Comissão dos Assuntos Sociais, do Género, Tecnologia e Comunicação Social da Assembleia da República, Antónia Simão Paulo Charre, participa, de 2 a 6 de Dezembro próximo, em Brasília, no Intercâmbio Brasil-África pela Protecção da Mulher.

Trata-se de uma jornada de cooperação Sul-Sul para a troca de experiências e conhecimentos sobre a temática de empoderamento feminino e enfrentamento da violência contra a mulher. 

O Fórum de Alto Nível reunirá participantes do Brasil e de cinco Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, nomeadamente,Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, incluindo Ministros e Secretários de Estado, assim como autoridades do judiciário e legislativo, com actuação na área de combate à discriminação e violência contra a mulher.

Organizado pelo Grupo Banco Mundial,em parceria com a Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal do Brasil e a Secretaria Nacional de Politicas para as Mulheres, o evento tem como objectivo promover o intercâmbio de experiências e boas práticas em prol da protecção da mulher.

Visa ainda capacitar os actores relevantes dos países participantes no sentido de contribuirem para os esforços dos governos dos respectivos países na adopção de legislação e políticas públicas, bem como a promoção de iniciativas e estratégias para o enfrentamento à violência, incluindo protocolos e treinamento de sensibilização de género,para agentes do executivo, actuação junto às vítimas, estruturação e funcionamento de equipamentos relevantes e o papel dos actores relevantes com enfoque no tema.

Ao longo dos cinco dias de duração do encontro, os participantes terão a oportunidade de partilhar experiências e conhecimentos sobre o tema, a fim de promover, com base em boas práticas e lições aprendidas, a adopção de leis, políticas públicas e iniciativas em seus países,com vista à promoção da igualdade de género e protecção contra a violência e discriminação.

No evento, a presidente da Comissão dos Assuntos Sociais, do Género, Tecnologia e Comunicação Social faz-se acompanhar por Genito Lóbua, Técnico do Secretariado Geral da Assembleia da República e Assistente da Comissão. (RM)

 

Comments

A Nova Democracia (ND) lançou,ontem,uma campanha para angariar um total de 720 mil meticaisnecessários para que os seus 18 membros detidos no dia das eleições, alegadamente,por falsificação de credenciais, respondam ao processo em liberdade.

"O principal objectivo [da campanha] é garantir que consigamos ter o valor dentro do prazo estabelecido,para que eles respondam ao processo em liberdade, apesar de termos consciência de que esta detenção é ilegal", disse Quitéria Gueringuane, mandatária nacional do partido Nova Democracia, da oposição.

O Tribunal Judicial de Chokwé exige um valor total de 720 mil meticais,a ser pago em cinco dias, para a libertação provisória dos 18 membros da Nova Democracia, detidos no dia das eleições,alegadamente,por falsificação de credenciais.

Para cada um dos detidos, o tribunal estipulou um valor de 40 mil meticais para responder ao processo em liberdade, além de quase mil meticais relativos às custas judiciais.

"Este dinheiro é muito e, por isso, nós estamos a contar com a solidariedade de todos. Esperamos que todos tomem parte desta luta contra uma injustiça", acrescentou a mandatária da Nova Democracia, citada pela Lusa.

O principal cartaz da campanha, que já circula nas redes sociais, tem como principal apelo: "ajudem-nos a pagar o valor de resgate exigido pelo tribunal para a soltura de inocentes" e as contribuições começam por 1 metical.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction