PHC

Director: Lázaro Manhiça

O LIVRO “Mathxinguirimbwa”, da autoria do escritor e jornalista Alexandre Chaúque, dá aso à visibilidade e beleza da cultura chopi, esse expoente que se afirma na cultura universal com o reconhecimento como património cultural da humanidade.

Esta é apreciação de Carlos Paradona, escritor e secretário-geral da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), falando durante o lançamento, recentemente em Inhambane, daquele livro.

Depois de Maputo, Alexandre Chaúque decidiu presentear os seus, fazendo uma viagem à terra onde nasceu e vive actualmente, oferecendo, quase no final do ano, uma prenda do fecho do ano 2020.

Diz ainda Paradona que, “Mathxinguirimbwa” é já um contributo aplaudido desde que veio à estampa, assinalando o destaque dado pela crítica especializada, o que faz jus à qualidade da narrativa apresentada no livro.

“De Alexandre Chaúque, desde ‘Inhambane Sem o Badalo’, seu livro de estreia, em (2002), ‘Bitonga Blues’ em (2007), ‘Ndekeni’, ficção narrativa publicada em 2011 e vencedora do Prémio Literário 10 de Novembro, há muito que os leitores conhecem e reconhecem a qualidade da sua escrita”, comenta o secretário-geral, felicitando o autor “por mais este feito histórico na sua vida particular e no panorama da literatura moçambicana em geral.”

O acto foi honrado pela presença da Secretária do Estado na Província de Inhambane, Ludmila Maguni, para quem Alexandre Chaúque lança o livro numa altura em que, na sociedade moçambicana, crescentemente, a juventude lida mais com as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), preferindo, por esses canais, ter acesso às obras literárias do que os livros físicos, por exemplo. Por isso, para ela, este acto não deixa de ser mais um recado profundo que procura também galvanizar a juventude a abraçar a paixão do livro físico.

“Por isso, dar continuidade da publicação de livros físicos numa altura em que as pessoas têm maior tendência para as TIC é, para nós, mostrar a importância da literatura. E este exemplo de que a literatura deve continuar entre nós assume-se de suma relevância, principalmente porque precisamos de dizer e mostrar, sobretudo aos jovens, que é totalmente diferente folhear um livro do que ler um texto em tela”, comentou a governante.

Tal como as estrelas que só brilham com o céu e a noite, Alexandre Chaúque diz também precisar do calor humano para cintilar.

“Há quem diga que o escritor brilha por si mesmo como o mel que é doce por si mesmo, mas eu não acredito muito nisso. Um escritor precisa dos amigos, dos seus leitores”, assinala.

Conta as circunstâncias que envolveram a produção do livro. Foi no silêncio da noite. Tinha como testemunhas, por vezes, o céu e as estrelas. Sozinho.

“Eu inventei Mathxinguirimbwa para me divertir, numa espécie de paródia. E estou satisfeito por esta criação que me acompanhou durante noites e madrugadas. Hoje estou aqui e feliz com o resultado como os cosmonautas que levitam no espaço”, frisa.

E porque esta viagem não se esgota somente em disponibilizar o livro para o mercado livreiro, Alexandre Chaúque anota que aqueles que lêem o seu livro são esse cosmos de que também precisa para poder levitar. Até porque “quando eles se deleitam com a minha obra é como se estivessem a baloiçar em mim como uma criança nos braços de uma mãe”.

“Temos talentos que precisam de ter a mesma oportunidade que tive de conviver com grandes escritores, onde encontrei espaço para libertar o bichinho da escrita através de conversas que fui tendo e dos livros que ia lendo. Inhambane é terra de bons prosadores, bons poetas. Eu, particularmente, estou à espera de mais e acredito que todos nós que amamos esta terra”, sublinhou. Leia mais

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction