Imprimir
Categoria: Recreio e Divulgação
Visualizações: 1672

É lançado este sábado uma obra literária, intitulada “Seio da Mãe Negra”, na vila municipal de Chókwè, província de Gaza. Trata-se de uma antologia poética da autoria de um grupo, constituído por 10 membros, denominado “Movimento Literário de Chókwè”.

O livro a ser lançado foi financiado pelo Fundo para o Desenvolvimento Artístico e Cultural (FUNDAC), do Ministério da Cultura e Turismo, em pareceria da Associação dos Escritórios Moçambicanos.

Elísio Moisés, coordenador e autor da obra disse ao jornal Notícias que, com esta colectânea de poemas, o movimento literário de Chókwè pretende lançar um grito à sociedade moçambicana sobre a desvalorização do legado deixado pelos fazedores da história do país.

Elísio refere que os autores destes textos vêem e sentem com grande tristeza a degradação do tecido cultural no meio das zonas rurais e urbanas.

O livro é constituído por 64 textos poéticos, da autoria de 10 membros do Movimento Literário de Chókwè.