Director: Lázaro Manhiça

“NADA é como foi” é o título do concurso de fotografia sobre os tempos da pandemia da Covid-19, que está a ser dinamizado pela Associação Kulungwana, em Maputo.

O certame tem como objectivo documentar e registar o impacto das medidas de emergência decretadas pelo Governo e prorrogadas por três vezes, desde Março do corrente ano.

Também tem em vista sensibilizar os cidadãos sobre a importância da observância de regras de higiene colectivas e individuais em prol da saúde pública, na luta contra a Covid-19 e outras possíveis epidemias, no futuro.

A “Kulungwana” também procura desenvolver a criatividade fotográfica dos concorrentes, que beneficiarão de prémios monetários, nos valores de 25 mil meticais, para o primeiro lugar, segundo colocado será contemplado com 20 mil meticais e o terceiro classificado será bonificado com 15 mil meticais.

Os trabalhos seleccionados farão parte de uma exposição online na Galeria da Kulungwana, localizada na estação central dos Caminhos de Ferro de Moçambique, em Maputo.

As mesmas fotografias estarão à venda no formato físico, “ao preço único de seis mil meticais (incluindo 20 por cento dos custos de impressão e administração), sendo que o autor receberá 4,800 meticais por cada fotografia vendida”, conforme consta no regulamento disponibilizado pelos organizadores do certame.

A submissão de candidaturas vai até 31 de Agosto do corrente ano. Os resultados serão anunciados a 12 de Setembro. Não há restrições de nacionalidades e residência.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction