Imprimir
Categoria: Recreio e Divulgação
Visualizações: 1125

O ESCRITOR Nelson Saúte lança hoje, na cidade de Maputo, o livro “Planisfério Moçambicano – Atlas Literário”.

A obra que sai sob a chancela da Editora Marimbique, é um volume que reúne textos sobre escritores, pintores, cantores, fotógrafos, actores e outras personagens da vida cultural moçambicana e africana, redigidos originalmente para o jornal “O País”, entre 2017 e 2018.

Autores como Noémia de Sousa, José Craveirinha, Marcelino dos Santos, Rui Nogar, Rui Knopfli, Albino Magaia, Leite de Vasconcelos, Aníbal Aleluia ou o pintor Malangatana mereceram atenção do escritor.

Na sua lavra, Nelson Saúte ateve-se ainda a figuras como os fotógrafos Ricardo Rangel ou Kok Nam, cantores como Zena Bacar, João Cabaço, Joaquim Macuácua, Pedro Langa ou Zeca Alage, ou ainda figuras como Nelson Mandela ou Kofi Annan, que atravessam as páginas deste livro.

Num breve textodeapresentação deste “Planisfério Moçambicano”, escreve-se sobre a obra: “É, sobretudo, uma celebração de Moçambique, dos seus autores, dos seus músicos, dos seus pintores, dos seus fotógrafos, da sua memória e da sua cultura, da sua inteligência e inquietude. Por outras palavras, um planisfério moçambicano: o país visto sob o ponto de vista cultural.”

Nelson Saúte nasceu em Maputo, Moçambique. É formado em Ciências de Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa e é mestre em Sociologia pela USP (Universidade de São Paulo). Foi jornalista na imprensa, na rádio e televisão e foi docente universitário. Foi colunista e publicou textos literários nos seguintes periódicos em Moçambique: Notícias, Domingo, Tempo, Diário de Moçambique, Mediafax, Zambeze e O País.

Em Portugal integrou as redacções do JL (Jornal de Letras, Artes e Ideias) e do Público e colaborou na rádio TSF. Manteve um programa sobre livros na TVM e foi comentador político na Rádio Moçambique, onde se iniciou, nos anos 80, como actor, no programa “Cena Aberta”. Foi administrador executivo dos Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM).

Editou, ao longo de seis anos, a revista de bordo Índico da LAM. Fundou e é curador do Museu dos CFM. É editor da Marimbique. Publicou volumes de poesia, de ficção e de entrevistas, compilou e organizou antologias de poesia e de contos. Seus livros estão publicados em Moçambique, Portugal, Brasil, Itália e Cabo Verde.

Devido às medidas de prevenção da Covid-19 e às limitações que se impõem, o lançamento será num evento restrito. Contudo, o livro estará disponível nas livrarias e em vendas online.