Director: Lázaro Manhiça

O RECONHECIMENTO da criatividade juvenil, através da atribuição do Prémio Jovem Criativo, tem estado a estimular o empreendedorismo artístico e auto-emprego, reduzindo desta forma a falta de emprego na província de Maputo.

Vitória Diogo, secretária de Estado, falando por ocasião da realização da VII Edição do Prémio Jovens Criativos-2021, disse que dos 24 concorrentes,provenientes de todos os distritos, apenas 15 serão apurados para representar a província na gala nacional, a ter lugar no dia 29 de Outubro próximo na cidade de Pemba, província de Cabo Delgado.

Acrescentou que o reconhecimento da criatividade juvenil impulsiona o desenvolvimento tecnológico através da inovação científica e a promoção cultural para o desenvolvimento da indústria criadora, onde os jovens desempenham um papel preponderante na formatação das principais obras nos processos socioeconómicos sustentáveis e multifacetados.

Referiu que os resultados da promoção da criatividade da juventude são encorajadores, pois mesmo com o problema da pandemia da Covid-19, mostram-se resilientes e continuam a criar postos de trabalho.

“Durante o primeiro semestre deste ano foram criados 19.600 postos de emprego, de um plano anual de 24.572, registando deste modo um crescimento em 80 por cento, sendo que destes 13.621 foram para jovens”, disse.

Ciente da importância da criação de mais empregos para a empregabilidade de jovens, tal como indicou, foram distribuídos 133 kits de auto-emprego que beneficiaram a 174 jovens e 412 formandos de curso técnico-profissional beneficiaram-se, igualmente, de estágios pré-profissionais.

“Implantámos com sucesso o Comité Intersectorial de Apoio ao Desenvolvimento de Adolescentes e Jovens (CIADAJ) em todos os distritos. Este órgão coordena e faz a monitoria das acções que são implementadas em prol da juventude. Testemunhámos também na nossa província a criação de 127 pequenas e médias empresas de jovens empreendedores”, disse.

Diogo precisou que a formação e capacitação continuam a merecer atenção do Governo. No ramo da Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informação, tal como indicou, foram inscritos 155 jovens para serem formados como utilizadores de Tecnologia e Inovação Científica.

“Estamos cientes da transversalidade dos assuntos da juventude, pelo que, cada um de vós deve ser um interveniente activo. Conversem de jovem para jovem, explicando as vantagens de estudar, trabalhar e de definir tempo para cada coisa”, disse.

No entanto, a secretária de Estado disse que conta com a juventude no respeito e cumprimento das medidas de prevenção da Covid-19, fazendo com que os números de infecções reduzam significativamente, sem descurar as doenças de notificação obrigatória como malária, tuberculose, diarreias e HIV/Sida.

Comments

O CANTOR norte-americano Bob Dylan está a ser processado num tribunal de Nova Iorque, acusado de agredir sexualmente uma menor há quase 60 anos, em 1965.

A acção apresentada na passada sexta-feira(13)pela queixosa, identificada apenas pelas iniciais J.C., alega que Bob Dylan a agrediu quando tinha 12 anos, durante um período de seis semanas, entre Abril e Maio de 1965, de acordo com a agência de notícias France-Presse (AFP).

Segundo a queixa, o cantor "abusou do seu estatuto de músico para fornecer álcool e drogas a J.C. e para a agredir sexualmente em várias ocasiões".

Dylan é ainda acusado de ameaçar fisicamente a menor.

Algumas das alegadas agressões terão tido lugar no apartamento de Bob Dylan em Nova Iorque, no famoso Chelsea Hotel, de acordo com a ação, citada pela AFP.

A queixosa afirma que Dylan lhe causou "graves danos psicológicos e traumas emocionais".

O montante dos danos reclamados não é especificado.

Um agente de Bob Dylan não respondeu às questões da AFP.

Numa declaração ao jornal USA Today, o porta-voz do cantor afirmou que "a acusação, com 56 anos, é falsa e será vigorosamente combatida".

A acção foi apresentada um dia antes do fim da data-limite, ao abrigo de uma lei do Estado de Nova Iorque que permite às vítimas de abuso sexual processar os seus alegados agressores, independentemente de quando o acto tenha sido praticado.

Vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 2016, por "criar novas expressões poéticas na grande tradição da canção americana", Bob Dylan é considerado o maior cantor-compositor de todos os tempos.

As suas canções mais famosas incluem "Blowin' in the Wind", "The Times They Are a-Changin'" e "Like A Rolling Stone".

O artista, com 80 anos, vendeu mais de 125 milhões de álbuns em todo o mundo.- LUSA

Comments

A CIDADE de Maputo está a hospedar uma feira e venda de produtos artísticos e artesanais provenientes da província de Cabo Delgado feitos por mestres daquele ponto país.

O evento arrancou ontem e se estenderá até ao dia 16 de Setembro, numa iniciativa da Federação Moçambicana das Indústrias Culturais e Criativasem parceria com o Centro Cultural Moçambicano-Alemão.

Esta actividade faz parte de umaacção maior designada “Cabo da Cultura” eque incluiacções comoformação, troca de experiênciaseexposiçõesentre os feirantes e produtores de artesanato.

“Cabo de Cultura”inclui ainda um grupo de artistas, animadores culturais, empreendedores e amantes da cultura.

Todos deram e continuam a dar do seu tempo, saber e algum outro recurso para a efectivação desta ideia.

Para a exposição “Arte (Sanato) de Cabo Delgado”, os mentores da iniciativa planearam a venda dos objectos artísticos expostos para que,desta forma, seja possível contribuir com este pouco para o alívio das dificuldades que têm vindo a ensombrar o quotidiano dos moçambicanos, e não só, assolados pelos ataques terroristas.

Comments

OS casamentos prematuros e outros tipos de agressão física e psicológica contra a mulher e criança constituemo mote da exposição colectiva “Violência Não”, a ser inaugurada esta tarde na cidade de Maputo.

A mostra estará patente até 13 de Setembro na galeria do Núcleo de Arte e reúne 14 artistas que expõem 30 obras de pintura, escultura, cerâmica e pirogravura.

Segundo o artista plástico e curador Nilzo Mota, famosamente conhecido por Chicken, mais do que exibir obras de protesto contra uniões antes do tempo e outras formas de agressão contra a mulher e criança, a iniciativa visa igualmente arrecadar fundos para dar continuidade à campanha.

Neste sentido, o pintor, que faz a curadoria com Saranga, explica que 20 por cento do dinheiro arrecadado com a venda das obras que compõem a colectiva será usado para apoiar esta campanha.

A montagem da exibição levou um mês e meio, devido às medidas de prevenção do novo coronavírus anunciadas pelo governo. A situação de calamidade pública também obrigou os organizadores a optarem por uma inauguração no formato híbrido, presencial e “online” através do Facebook.

Integram esta exibição Chicken, Saranga, Marcelino Manhula, JohnFornazine, J. Quehá, Pak Sala, André Macie, Ana Matswa, João Paulo Bias, Farida Rasaque, Jato Abreu, Júlia e Bento Mulungo.

A mostra conta a produção do colectivo “Nós Arte”, que no ano passado, na mesma galeria, reuniu diferentes artistas plásticos para montar a exposição “Cabo Delgado É Moçambique, Moçambique É Cabo Delgado”, que visava repudiar os ataques terroristas que têm assolado esta província do norte do país e já causaram muitas mortes e milhares de deslocados.

Comments

MORREU noite de terça-feira(10), em Maputo, a actriz e cineasta Hermelinda Simela, uma das mais proeminentes activistas culturais da actualidade em Moçambique.

Simelaperdeu a vida durante o serviço do parto, no Hospital Geral José Macamo, na cidade de Maputo.Entretanto, o “Notícias” soube que a bebé sobreviveu.

Natural da província de Nampula, Hermelinda Simela somava 23 anos de carreira artística, boa parte ligada ao Centro de Teatro do Oprimido, usandoa representação como ferramenta de intervenção social, e trabalhava também com crianças.

Estava a iniciar-se na realização e, neste sentido, com o filme “Fénix em Hibernação”, conquistou a quinta edição do concurso de curtas-metragens anualmente promovido pelo Centro Cultural Moçambicano-Alemão (CCMA).

Como actriz actuouem filmes como “Mosquito”, de João Nuno Pinto, “Comboio de Sal e Açúcar” e “Virgem Margarida”, ambos de Licínio Azevedo, tendo este último lhe rendidoo prémio de Melhor Actriz Secundária nos African Movie Academy Award (AMAA), da Nigéria.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction