PHC

Director: Lázaro Manhiça

MAIS dois indivíduos morreram ontem (16) vítimas da covid-19, nas unidades de tratamento da doença, elevando o total para 828 mortos, anunciou esta tarde o Ministério da Saúde.

Trata-se de dois homens, de 64 e 71 anos de idade, declarados depois de 5 dias sem notificação de óbitos no país.

De acordo com o comunicado de actualização de dados da Covid-19, 21 amostras testaram positivo para o novo coronavírus, seis recuperaram da infecção, passando o cumulativo para 68.731 pessoas livres da doença e 900 que continuam em activo.

 Nas unidades sanitárias seis doentes foram internados e apenas dois tiveram alta médica, passando a ter 23 pacientes acamados, 14 dos quais nos hospitais da cidade de Maputo.

Comments

A  AGÊNCIA do Vale do Zambeze financia com mais de trinta e seis milhões de meticais para instalação de fábricas de descasque e processamento do arroz na província da Zambézia.

O valor beneficiou a empresários, que através da comparticipação da Agência do Zambeze, instalaram quatro unidades de processamento daquele cereal nos distritos de Nicoadala, Quelimane e Maganja da Costa.

Mesmo com a instalação daquelas unidades de processamento de arroz, Zambézia continua a enfrentar dificuldades de abastecimento de matéria-prima, devido a baixos níveis de produção desta cultura.

O Governador da Zambézia, Pio Matos, reconheceu o facto e acredita que gradualmente poderá se aumentar a produção do cereal.

(RM)

Comments

O PAÍS regista, nos últimos tempos, uma redução nos índices de criminalidade, anunciou hoje, em Maputo, o Comandante Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael.

Para melhor ilustrar, Bernardino Rafael disse que a PRM registou 16.535 casos criminais em 2020 contra 18.164 casos em 2019, que representa uma redução de 1.629 casos.

A operatividade policial foi de 88 por cento, cifra que supera em 2,8 por cento a meta estabelecida no Plano Económico Social (PES) que é 85,3 por cento.

Já no primeiro trimestre do corrente ano, Bernardino Rafael diz que “foram registados 3.788 casos criminais contra 4.000 em igual período de 2020, que se traduz numa redução em 541 casos”.

Dos casos registados foram esclarecidos 3.333 casos, que representam uma operatividade policial de 88 por cento, mostrando também uma superação de meta do PES do corrente ano em 2,6 por cento.

Rafael anunciou os dados durante a saudação ao Presidente da República e Comandante-Chefe das FDS, por ocasião do Dia da PRM, que se assinala terça-feira  e que no corrente ano decorre sob o lema, “46 Anos Valorizando Recursos Humanos na Garantia da Ordem, Segurança e Tranquilidade Públicas, e no Combate ao Crime e Terrorismo”.

Sobre o lema, o Comandante-Geral da PRM diz que o mesmo impele a olhar para o capital humano como uma força motriz, sem a qual a segurança do país seria impensável, pelo que deve sempre ser valorizada para o uso efectivo e participação na luta contra a criminalidade e defesa da soberania nacional.

Sublinhou que a PRM celebra o seu 46º aniversário num período de muita adversidade social em que a corporação se debate em diferentes frentes, cuja natureza e modo de actuação são peculiares e de complexidade ímpar.

Mesmo assim, em nenhum momento esta realidade apartou a PRM de cumprir a sua missão da pátria. “Pelo contrário, desperta em nós a necessidade de aprimorar as nossas estratégias e a capacidade de intervenção em prol do nosso belo Moçambique”, frisou.

Referiu que “o combate à criminalidade e outras incivilidades sociais no contexto da prevenção da pandemia da Covid-19 desafia-nos a realinhar constantemente as nossas estratégias para que a técnica e táctica policial intervenha sem pôr em causa o gozo e exercício dos direitos dos cidadãos salvaguardados na vigência do Estado de Calamidade.

(Notícias/AIM)

Comments

O VICE-MINISTRO da Cultura e Turismo, Fredson Bacar, dirige amanhã (18) ao lançamento das celebrações da semana de África, numa cerimónia a ter lugar Ministério dos Negócios e Estrangeiros e Cooperação (MINEC), cidade de Maputo.

Durante a semana comemorativa, de 18 a 25 de Maio, estão programadas diversas actividades de índole cultural e académica, como a realização de feiras,  palestras, debates e entrevistas, indica um comunicado que o Notícias teve acesso.

O Dia de África comemora-se no dia 25 de Maio e decorre sob o lema “Artes, Cultura e Património da Humanidade: Alavanca para a Construção da África que Queremos”.

Este ano, a celebração vai decorrer a nível nacional, com vista a disseminação de acções da União Africana (UA) em benefício dos cidadãos, dentro do espírito de “uma África integrada, próspera e pacífica, impulsionada pelos seus próprios cidadãos e representando uma força dinâmica na arena global”.

A UA anteriormente designada Organização da Unidade Africana, foi fundada a 25 de Maio de 1963 e este ano celebra o seu 58º aniversário.

A cerimónia central alusiva ao Dia de África, será presidida pela Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, em representação do Governo de Moçambique, na Cidade de Maputo, no dia 25 de Maio de 2021.

Comments

ORAÇÕES pela paz e reconciliação, fim dos ataques terroristas nalguns distritos de Cabo Delgado e da pandemia da Covid-19 marcaram, no fim-de-semana, a peregrinação dos fiéis da Igreja Católica ao Santuário da Nossa Senhora de Fátima, no distrito da Namaacha, província de Maputo.

O evento, que decorreu sob medidas restritivas devido à Covid-19, foi acompanhado pelos fiéis através dos meios de comunicação social e plataformas digitais.

Com  início na tarde de sábado, o culto teve vários momentos, como a missa e a procissão das velas, tendo sido excluída a habitual procissão dos fiéis pelas artérias da vila da Namaacha com a imagem da Nossa Senhora.

As celebrações foram lideradas pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Maputo, Dom António Juliasse, auxiliado pelos padres Agostinho Raul e Ercílio Manhique, com a presença do Bispo Dom Januário Nhangumbe e centenas de fiéis.

Dom Juliasse disse que a peregrinação é uma oportunidade para os fiéis olharem para Deus e, de forma individual, colocarem as suas súplicas e intenções particulares para si e famílias. É ainda um momento para a Igreja deixar uma mensagem de esperança em relação a várias situações adversas que ocorreram na vida dos fiéis.

Para o bispo, preocupa à igreja o impacto causado pela Covid-19, que resultou na perda de postos de trabalho, privação de fazer negócios, bem como a dor profunda dos que perderam os seus entesqueridos e não puderam realizar cerimónias fúnebres condignas.

“Vamos deixar uma mensagem de esperança para estas pessoas que confiaram e continuam a confiar em Deus e, por intercessão da Nossa Senhora, nos unirmos a esta oração que foi feita num contexto da pandemia. Temos a esperança mais profunda de que o sofrimento que vivemos no mundo actual terá fim, pois só Deus perdura”, afirmou.

Juliasse disse que os católicos são solidários ao sofrimento dos milhares de deslocados devido aos ataques terroristas na província de Cabo Delgado, rezando para que Deus apazigue seus corações, conceda benefícios espirituais e coloque pessoas de boa vontade e generosas que possam socorrer e partilhar seus bens.

“A  nossa oração é para que haja paz e que os terroristas abandonem a violência, atitudes de barbaridade e que se há alguma coisa a protestar o façam por vias mais aceitáveis como o diálogo e outros meios de que o país dispõe, para que se encontre o caminho para o progresso”, acrescentou.

Sobre o conflito na região centro do país, afirmou que a Igreja é pela reconciliação e o caminho para o Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) dos homens armados da Renamo foi traçado, estando a correr dentro dos trâmites pensados.

“O desejo de todos nós é ver este processo concluído, mas percebemos que leva o seu tempo. Encorajamos todos os envolvidos na tomada de decisão a trabalharem sem desânimo para ultrapassarem as dificuldades. Na região centro do país, o povo já sente tranquilidade com o curso do DDR”, apelou.

Nas suas intenções, os fiéis católicos rezaram ainda pelo fim da criminalidade no país, raptos e sequestros, tráfico dos seres humanos, corrupção e outras situações que afectam a sociedade moçambicana.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction