Director: Lázaro Manhiça

MAIS de 150 operadores de transporte público de passageiros foram multados ontem pelos agentes da Polícia de Trânsito (PT), na província de Maputo, por superlotação dos veículos. Os operadores foram sancionados durante a operação de fiscalização realizada por uma equipa multi-sectorial, composta pela Direcção Provincial de Transportes e Comunicações, Polícia de Trânsito (PT), Instituto Nacional de Transportes Terrestres (INATTER) e Agência Metropolitana de Transportes (AMT). Os infractores deverão pagar uma coima de 500 meticais por cada passageiro a mais. Segundo Pedro Manhiça, director Provincial de Transportes e Comunicações, a acção visa reforçar as medidas de prevenção e combate à Covid-19 nos transportes públicos de passageiros. “Queremos evitar que os autocarros sejam locais de propagação do novo coronavírus, sobretudo nesta altura em que o número de casos e de mortes pela doença está a aumentar”, sublinhou. Ontem, na cidade de Maputo, 11 condutores de transportes públicos foram penalizados por superlotação e cerca de 170 passageiros foram obrigados a desembarcar das viaturas. José Nhantumbo, chefe de secção de Relações Públicas na Polícia de Trânsito na cidade de Maputo, garantiu que a corporação vai continuar posicionada nas estradas da capital do país para fiscalizar a lotação e o uso de máscaras nos transportes públicos. “Sinto-me mal quando viajo num veículo superlotado, mas não há alternativa”, disse Zelfa Fortunato, visivelmente desconfortável dentro de um semi-colectivo encostada a mais quatro pessoas.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction