Director: Lázaro Manhiça

MOÇAMBIQUE vai receber, nos próximos dias, doses de vacina da farmacêutica chinesa Sinovac para a imunização dos profissionais de saúde na linha da frente de combate à pandemia da Covid-19, por estes constituírem o grupo de risco.

Entretanto, as 2.4 milhões de doses a serem disponibilizadas através do mecanismo COVAX, co-gerido pela Aliança Global de Vacinas (GAVI), só chegarão ao país em Maio, contrariando as previsões iniciais que apontavam para estes mês.

A directora-nacional adjunta de Saúde Pública, Benigna Matsinhe, avançou que a vacina proveniente da China será administrada aos profissionais de saúde que actuam nas áreas de prevenção, diagnóstico e assistência médica a pacientes com Covid-19, podendo ainda abranger outros grupos de risco como os agentes da Polícia e militares.

Acrescentou que o Ministério da Saúde está em processo de elaboração do Plano Nacional de Vacinação, estando a avaliar a aprovação e aquisição das vacinas da Sinovac, Johnson e Johnson, Oxford e Astrazeneca.

Questionada sobre a obrigatoriedade da toma da vacina, Matsinhe recordou que a saúde é um direito e dever dos cidadãos, para além de que os profissionais do sector têm consciência da importância da imunização para a prevenção das doenças e redução do risco.

Apontou para melhorias nos mecanismos de vigilância epidemiológica nas unidades sanitárias e expansão da capacidade de testagem, com impacto no registo de cada vez mais casos positivos nos distritos.

Assinalou que, com a eclosão da pandemia e o alastramento do número de casos no país, cresce a preocupação em relação ao desempenho do sistema imunológico na saúde.

“Um sistema imunológico adequado é factor importante para proteger contra infecções virais, incluindo a Covid-19. Para o fortalecimento do sistema imunológico, deve-se começar por fazer uma alimentação equilibrada e variada, baseada em alimentos naturais e frescos”, afirmou.

Enquanto isso, a Covid-19 continua a fazer vítimas no país. As autoridades sanitárias registaram, entre domingo e ontem, maisquatro óbitos devido à doença, elevando assim para 599 o total de vítimas mortais provocadas pela doença desde a sua eclosão em Março do ano passado.

O número de pacientes internados subiu ontem para 222, com a admissão de 24novos doentes nas unidades sanitárias. No sentido inverso, 22 doentes, que se encontravam em isolamento institucional, receberam alta, devendo prosseguir com o tratamento em ambiente domiciliar.

Foi igualmente anunciado o registo de 517 novas infecções, elevando, deste modo, para 56.160o cumulativo de casos positivos.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction