Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 540

UM comboio de mercadorias, que circulava no sentido Moatize-Beira, ao longo da Linha de Sena, foi atacado ontem por homens ainda desconhecidos, entre as estações ferroviárias de Mazamba e Cundue, na província de Sofala.

O director ferroviário da Empresa CFM, no Centro do país, Boaventura Mahave, afirmou que o ataque registou-se por volta das 6.10 horas, tendo o maquinista contraído ferimentos ligeiros no ombro.

Mahave revelou também que já foram localizados os quatros operários da empresa, que desde segunda-feira eram dados como desaparecidos na Linha de Sena, depois da avaria do meio de transporte em que circulavam, denominado “drisina”.