Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 649

AS autoridades da Saúde registaram de terça-feira para ontem o internamento de 105 pacientes e 2460 novos casos positivos, o que representa uma subida em relação às anteriores 24 horas.

De referir que, entre segunda e terça-feira, 81 pacientes foram admitidos nas unidades sanitárias, com complicações associadas à Covid-19, enquanto 1703 eram diagnosticados positivos.

Um comunicado distribuído ontem pelo Ministério da Saúde indica que dos internados, no intervalo em análise, 70 foi na capital e 10 na província de Maputo. Inhambane e Sofala registaram sete cada, Manica (4), Zambézia (3) e Gaza (dois).

Assim, o número de doentes actualmente hospitalizados devido à Covid-19 é de 484, a maioria dos quais em centros de tratamento da doença da região Sul do país, onde a incidência da epidemia é maior.

Segundo o documento, os 2460 casos positivos foram diagnosticados em 6973 testes efectuados no intervalo em referência e a maior parte registou-se na capital do país, com 916 casos, seguida pela província de Maputo, com 466 episódios.

Dos infectados anunciados ontem 1381 são indivíduos do sexo feminino, 51 crianças menores de cinco anos de idade e 121 pessoas com idade superior a 65 anos.

As estatísticas indicam também a morte de mais 26 pessoas por Covid-19 entre os dias 24 e 28 deste mês, em indivíduos dos 18 aos 90 anos de idade, dos quais 14 na capital do país, quatro na província de Maputo, dois no Niassa, igual número em Inhambane e restantes distribuídos pelas províncias de Sofala e Tete, com um perecido cada.

No período em análise, 345 pessoas foram declaradas recuperadas, sendo 302 em Sofala e 43 em Nampula, o que eleva para 86.423 o cumulativo de pessoas curadas desde a eclosão da doença em Março do ano passado.

Assim, Moçambique contabiliza cumulativamente 115.886 casos positivos, 28.092 activos e 1367 óbitos.