Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 718

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa está a descarregar, desde quinta-feira última, dois mil metros cúbicos de água por segundo, para aliviar a infra-estrutura, situada na província de Tete.

Espera-se que o escoamento alcance o máximo de três mil e duzentos metros cúbicos por segundo, hoje, segunda-feira.

O director da Administração Regional de Águas do Zambeze, Custódio Vicente, aponta os distritos de Doa e Mutarara, em Tete; Tambara, em Manica; Caia, Chemba e Marromeu, em Sofala;  Mopeia e Luabo, na Zambézia, como as regiões em risco de serem inundadas.

Em face da situação, a ARA-Zambeze apela à população ribeirinha a abandonar as zonas de risco.