Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 566

Várias actividades de filantropia foram desenvolvidas no âmbito das celebrações do Dia Mundial dos Oceanos  na cidade e província de Maputo, com destaque para campanhas de limpeza nas margens das praias, palestras de educação e sensibilização sobre a protecção do meio ambiente.

O Dia dos Oceanos, que se assinalou no passado dia 8 de Junho em todo o mundo, este ano foi celebrado sob o lema “Foco na Conservação: Juntos podemos proteger e restaurar o nosso oceano”.

Segundo a chefe do Departamento de Assuntos de Mar e Águas Interiores na direcção provincial de Maputo, Luísa Amblufoi, a comemoração do Dia dos Oceanos teve seu início a 4 do mês em curso nestas duas províncias.

Amblufoi disse que durante a semana, a sua instituição orientou campanhas de limpeza em coordenação com as comunidades pesqueiras da praia da Costa do Sol, do Língamo, na cidade da Matola, e do centro de pescas de Quilómetro 16, Matola-Rio, distrito de Boane, com enfoque à recolha de lixo plástico, o produto mais nocivo às águas, e o plantio de mangais.

“Realizámos várias palestras sobre a importância do oceano e água em geral. Procurámos explicar os perigos da devastação desenfreada do mangal e sensibilizámos os pescadores, banhistas e o público em geral sobre a importância dos oceanos e cada um deve dar o seu máximo na sua conservação e protecção”- disse Amblufoi. 

Referiu que o centro pesqueiro de Quilómetro 16 foi escolhido para acolher as cerimónias centrais a nível de Maputo-cidade e província por se ter ter revelado um modelo na conservação do ecossistema de mangal.