Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1034

O juiz presidente do Tribunal Judicial de Cuamba, província do Niassa, Bolis Júlio, escapou ileso, na noite de quarta-feira, a uma tentativa de assassinato protagonizada por desconhecidos.

Desconhecidos munidos de uma arma de fogo do tipo AK47, dispararam 28 tiros da janela do quarto do magistrado onde se encontrava a repousar, na sua residência que se localiza a cerca de 150 metros do Comando Distrital da Polícia da República de Moçambique, em Cuamba, facto que não inibiu os malfeitores.

Entretanto, Alves Mathe, porta-voz do Comando Provincial da PRM disse, em contacto com o “Notícias”, que decorre a investigação para explicar o sucedido e agora, o juíz passou a ter protecçao da polícia.

Cidadãos ouvidos, ontem em Cuamba, relataram o perigo que correm ao circular na cidade e periferia depois das 21 horas.

Malfeitores munidos de armas de fogo e instrumentos contundentes tem vindo a assaltar residências de comerciantes e estabelecimentos comerciais para retirar ilicitamente bens valiosos, abusar sexualmente as mulheres e não hesitam em tirar a vida em caso de resistência.