Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 2390

Cerca de 31.600 habitantes do posto administrativo de Xinavane e dos distritos de Magude e Macia, já se beneficiam dos serviços de radiologia, com a entrada em funcionamento do aparelho de Raio-X móvel, no Hospital Rural de Xinavane, distrito de Manhiça, província de Maputo.

O aparelho destina-se à observação das estruturas anatómica, como ossos, órgãos e vasos sanguíneos, através de radiação e entra em funcionamento depois de três anos de paralisação deste serviço, por avaria do anterior equipamento.

Assim, a população de Xinavane, Magude e Macia, recorria ao Hospital distrital da Manhiça em caso de necessidade de diagnóstico, em radiologia.

Segundo Flezer Tomadote, director distrital da Saúde da Manhiça, o aparelho vai permitir a realização do diagnóstico, controle e tratamento de doenças, através da visualização de ossos, órgão ou estruturas.

Tomadote explicou que o Raio-X entregue é móvel, constituindo deste modo um meio vantajoso e eficiente para o dinamismo do serviço, uma vez que a máquina pode-se mover até ao local onde o paciente se encontra acomodado e efectuar a respectiva observação.

De entre vários exames que o aparelho está capacitado para realizar o director destacou o diagnóstico de fracturas nos ossos, identificação dos males como a pneumonia, anomalias no tórax, avaliação de doenças agudas na região de abdómen, inflamações, infecções, o comprometimento do pulmão e das vias áreas superiores e o teste de mamografia.

A fonte explicou que os cerca de 31.600 beneficiários dos serviços do Raio-X, 12 mil são do posto administrativo de Xinavane e restantes das localidades e posto administrativos vizinhos como, 3 de Fevereiro, Ilhas Mariana e Josina Machel, assim como dos distritos mais próximos como Magude e Macia, o último, pertencente a província de Gaza.

Tomadote informou que por conta da sua localização, os serviços de radiologia servirão também às vítimas de acidentes de viação que ocorrem ao longo da Estrada Nacional número Um (EN1).

O Raio-X adquirido com o fundo do Ministério da Saúde foi inaugurado, ontem, pelo governador da província de Maputo, Raimundo Diomba.