Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1033

A produção agro-pecuária no Vale do Zambeze poderá experimentar um maior dinamismo nos próximos tempos, mercê da aposta na introdução do uso de energias novas e renováveis para a electrificação das comunidades ao longo da região. A convicção foi manifestada há dias pelo director-geral da Agência de Desenvolvimento do Vale do Zambeze, falando após a assinatura de um memorando de entendimento sobre a matéria, envolvendo, além da sua instituição, o Fundo Nacional de Energia (FUNAE), a Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a Associação das Energias Renováveis do Limpopo. LEIA MAIS