Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1460

A Procuradoria-Geral da República, a nível da província de Gaza, deduziu uma acusação contra oito indivíduos envolvidos no caso do baleamento de Anastácio Matavel, ex-director do Fórum das Organizações Não-Governamentais de Gaza (FONGA) e ponto focal da Sala da Paz.

Segundo um comunicado da Procuradoria Provincial emitida hoje, da instrução preparatória do crime ocorrido no dia 7 de Outubro foi instaurado um processo-crime com o número 210/PPRG/2019.

Da acusação os oito arguidos vão responder pelos crimes de homicídio qualificado, dano culposo e falsificação praticada por servidor público em exercício de funções, todos previstos no código penal.

O documento aponta que deduzida a acusação provisória, contra os arguidos mencionados, foi remetido ao Tribunal Judicial da Província de Gaza, com quatro arguidos detidos e os restantes estão em liberdade.