Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 1063

O SECRETÁRIO de Estado na província de Manica, Edson Macuácua, quer que os membros do Governo provincial sejam mais activos nas actividades de prevenção ao novo coronavírus, como forma de evitar que a doença se propague e atinja o nível de transmissão comunitária.

Macuácua, que falava ontem na cidade de Chimoio, na reunião provincial do Comité Operativo de Emergência para a Saúde, quer que as acções do Executivo e parceiros tenham impacto directo na vida da população.

Recomendou à observância das medidas preventivas, como o uso de máscaras faciais, distanciamento social, lavagem e desinfecção das mãos, etiqueta da tosse, entre outras.

“Louvamos o esforço dos membros do governo da província, pelo trabalho que tem feito na disseminação de mensagens sobre a doença. Contudo, apelamos para o redobrar de esforços para fazer cumprir todas as medidas de prevenção anunciadas pelo Governo Central”, disse Macuácua, manifestando preocupação com a contínua circulação de menores na via pública.

“Ainda estamos a ver crianças a circularem pelas ruas. Isso nos preocupa, por ser um grupo-alvo. Mesmo os adultos, alguns não usam máscaras. Quando usam é porque estão próximos da Polícia, o que não é correcto. É importante que se intensifiquem apelos para uso das máscaras”, afirmou, citado pela AIM.

O dirigente disse que a província de Manica não deve figurar da lista das regiões consideradas de transmissão comunitária pelo novo coronavírus, sendo, por isso, necessário que se evitem aglomerados de pessoas ou outro tipo de comportamento que pode colocar em risco a saúde da população.

Segundo a fonte “por vezes vemos aglomerados de pessoas em locais de consumo de bebidas alcoólicas e outro tipo de cerimónias familiares ou fúnebres. A nossa mensagem é de apelo para que as medidas de prevenção sejam expandidas às comunidades mais recônditas, para evitar o contágio pela doença”, disse.

O Secretário de Estado em Manica defende que os membros do governo provincial devem trabalhar nos mercados, terminais de transporte de passageiros e outros locais de maior aglomeração de pessoas para o cumprimento escrupuloso das medidas de prevenção e combate à propagação da Covid-19.