Imprimir
Categoria: Nacional
Visualizações: 516

OS parceiros de cooperação para o desenvolvimento anunciaram que os vários países e agências representados em Moçambique planificaram várias iniciativas avaliadas em cerca de 667 milhões de dólares, para apoiar nas acções em curso de prevenção e combate à doença respiratória da Covid-19.

O valor inclui alguns desembolsos que poderão ser adicionados durante o ano corrente.

O facto foi anunciado durante o 2º Fórum de Cooperação para o Desenvolvimento, que teve lugar sexta-feira, em Maputo, e reuniu parceiros de cooperação e o Governo moçambicano.

Um comunicado de imprensa da delegação da União Europeia em Moçambique refere que o encontro tinha como objectivo discutir questões relacionadas com a pandemia, incluindo o impacto macroeconómico e social da doença no país, protecção social e medidas de mitigação.

Os parceiros de cooperação salientaram a necessidade de coordenação entre os diferentes poderes e instituições na gestão da pandemia.

“O Governo de Moçambique agradeceu o apoio que os parceiros de cooperação têm prestado ao país, no combate à pandemia, e expressou a sua intenção de utilizar os recursos recebidos de forma eficiente, responsável e transparente”, lê-se no comunicado.

No encontro, o Executivo reiterou a revisão em baixa da previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de 4 por cento, para 2,2 por cento, antevendo que esta contracção venha a ter um efeito severo sobre as contas nacionais.