Director: Lázaro Manhiça

DUAS mulheres, que se faziam transportar numa viatura ligeira, foram assassinadas a tiro, na noite de ontem (26), por indivíduos desconhecidos, na avenida das FPLM, na capital do Niassa, Lichinga.

Segundo testemunhas, a viatura que transportava as duas vítimas encontrava-se estacionada, quando uma outra, de marca Toyota, modelo Hilux, parou em paralelo, tendo iniciado uma conversa de cerca de três minutos e posteriormente ouviram-se disparos de cerca de 20 tiros contra as vítimas.

Uma das mulheres,que em vida respondia pelo nome de Rosa Chukwa, ex-deputada, morreu no local, atingida por oito tiros, na cabeça e outras partes do corpo. A outra vítima, deu entrada, em estado crítico, no Hospital Província de Lichinga, onde não resistiu e morreu hoje (27).

Alves Mathe, chefe do departamento de Relações Públicas da Polícia da República de Moçambique na província do Niassa, confirmou a ocorrência junto da nossa Reportagem em Lichinga, e garantiu que os Serviços Nacionais de investigação Criminal (SERNIC), naquela província já estão a trabalhar para a identificação dos autores do crime e responsabilizá-los pelos seus actos.

O crime aconteceu nas proximidades da casa do director provincial do SERNIC.

A filha de Rosa Chukwa reagiu, através das redes sociais, fazendo acusações de ordem política para este caso, uma vez que sua mae era chefe da liga feminina do Movimento Democrático de Moçambique(MDM), enquanto na legislatura 2005-2010, foi deputada pelo partido Renamo.


CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction