Director: Lázaro Manhiça

MAIS quatro pessoas morreram devido a Covid-19, nas últimas 24 horas, e outras 2.106 recuperaram da infecção num dia em que o país registou  mais 133 novos casos. As vítimas mortais são três  mulheres e um homem cujas idades variam entre 54 e 83 anos.

Com estas mortes, sobe para 1902 o total de mortos e para 144.875 o número de pessoas livres da doença, consequentemente baixou o número de casos activos para 3023 indivíduos. Entretanto, aumentou para  149.804 o número de casos já registados desde a eclosão da pandemia no país.

De acordo com o comunicado do Ministério da Saúde (MISAU), nas últimas horas, a província do Niassa registou  48 casos, seguida de Cabo Delgado que anunciou  28 novas infecções. O MISAU reporta que a taxa de positividade baixou para 6,5 por cento numa proporção acumulada de 16,9 por cento.

As autoridades sanitárias apontam ainda que 45 pessoas continuam internadas  nos centros de internamento e outras unidades hospitalares, e nas últimas 24 horas, houve 5 internamentos e 15 altas hospitalares.

 

Comments

FOI interrompida por 30 minutos a segunda parte da audição da ré Ângela Leão que decorre no Estabelecimento Penitenciário da Máxima Segurança, vulgo BO, na Machava, província de Maputo.

Durante esta tarde, a ré foi confrontada pelo Ministério Público sobre as suas declarações na audição da fase preparatória que não coincide com os seus depoimentos da segunda fase.

A ré não respondeu a proveniência e formas de pagamento de 387.755.632 meticais e 69 centavos, ao co-réu Fabião Mabunda, valores recebidos em diversas tranches durante os anos de 2013-14, alegando que tinha um gestor para os seus negócios.

Comments

A ARGUIDA Ângela Buque Leão negou hoje (16) em tribunal que o dinheiro usado para a construção e aquisição de imóveis seja proveniente do Grupo Privinvest.

Apesar da recusa, a ré em audição na sexta secção do tribunal Judicial da cidade de Maputo, não conseguiu provar que o dinheiro não veio do grupo e alegando ser empresária, muito antes de contrair matrimónio com Gregório Leão.

De seguida, não quis mais falar do assunto nem explicar a proveniência do dinheiro, que instruiu o co-réu, Fabião Mabunda, para fazer os pagamentos.

A ré tentou apresentar argumentos que contestam a prisão do réu Sidónio neste caso, alegando ser inocente e ter sido preso injustamente. por outro lado, nao respondeu a várias perguntas alegando ser de fórum privado.

Comments

RETOMOU esta tarde a sessão de audição da ré Ângela Buque Leão, no julgamento que decorre no Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, instalado no recinto do Estabelecimento Penitenciário de Máxima Segurança, vulgo BO, na Machava.

Neste momento, Sheila Marrengula, magistrada do Ministério Público, está a formular questões sobre os contornos do caso das dívidas não declaradas, depois seguirão perguntas da defesa.

Ângela Leão, de 43 anos de idade, é a décima pessoa a ser ouvida na produção de provas e é acusada pelo Ministério Público de prática dos crimes de falsificação de documentos, abuso de confiança, associação para delinquir e branqueamento de capitais.

É apontada no laudo acusatório como tendo beneficiado de nove milhões de dólares norte-americanos em subornos pagos pela Privinvest, de Jean Boustani, através da conta da empresa M Moçambique Limitada do co-réu Fabião Mabunda, seu amigo e parceiro em actividades empresariais.

Na primeira parte desta sessão, Angela Leão confirmou ao tribunal ter instruído ao co-réu Fabiao Salvador Mabunda a transferir valor para o pagamento de imóveis e a favor de sua irmã Mbanda Hennungs.

No interrogatório, ocorrido na segunda e terça-feira, Fabião Mabunda confirmou ter recebido 387.7 milhões de meticais destinados à família Leão e que, por ordens de Ângela Leão, procedeu ao levantamento, pagamento e transferência de valores para diversas entidades.

Comments

O TRIBUNAL suspendeu esta tarde, temporariamente, a primeira sessão do interrogatório da ré Ângela Buque Leão, conduzido pelo juiz da causa, Efigénio Baptista.

Depois do intervalo, a ré vai responder às questões do Ministério Público, da Ordem dos Advogados e da defesa.

No início da audiência, Ângela Leão negou ter alguma ligação com o Grupo Privinvest, nem com outras entidades ligadas a este grupo de empresas. Confrontada com um e-mail que terá trocado com pessoas ligadas a Privinvest, a ré negou ter feito envio de correspondência electrónica e procurou saber de onde tal mensagem havia sido extraída.

Leão confirmou em tribunal que o co-réu Fabião Salvador Mabunda é uma pessoa das suas relações profissionais e o instruiu a fazer transferências de dinheiro para o outro co-réu, Sidónio Sitóe, para o pagamento de imóveis.

Por outro lado, a ré afirmou ter recebido um envelope fechado das mãos de Cipriano Mutota, na presença do co-réu Teófilo Nhangumele, não sabendo explicar o conteúdo do mesmo, mas que o entregou ao seu marido, Gregório Leão, na altura director do SISE, que ao receber afirmou ter conhecimento do assunto e a orientou a se colocar distante do mesmo.

Ângela Leão admitiu, mediante a insistência do juiz, ser proprietária de um imóvel de 10 apartamentos no bairro da Costa do Sol, na cidade de Maputo. Uma parte do mesmo foi construída pelo co-réu Fabião Mabunda, tendo a outra sido concluída por um outro empreiteiro, entretanto não mencionado.

Mabunda havia dito ao tribunal que as obras estavam avaliadas em mais de 65 milhões de Meticais.

Ainda no início da sessão do interrogatório, Ângela Leão pediu desculpas a Cremildo Manjate e Sidónio Sitóe e respectivas famílias alegando terem sido ancorados ao seu nome e injustamente presos no processo das dívidas não declaradas.

A ré confirmou ainda ter comprado do co-réu Sidónio Manjate uma dependência em ruínas, enquanto fornecedor de peças de alumínio para suas obras.

Questionada se os imóveis adquiridos estavam registados em seu nome, a ré respondeu que alguns já estavam registado e outros ainda decorre o processo.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction