Director: Lázaro Manhiça

TRINTA e cinco casos de sarampo foram detectados em cinco distritos da província de Cabo Delgado, anunciaram as autoridades de Saúde locais.

O director provincial da Saúde de Cabo Delgado, Magido Sabune, afirmou que os casos de sarampo foram diagnosticados nos distritos de Chiúre, Namuno, Montepuez, Ancuabe e Metuge.

Sabune avançou que as autoridades da província de Cabo Delgado e os parceiros de cooperação estão a desenvolver acções para o combate à doença nas comunidades.

Assinalou que os cinco distritos se situam no Sul da província de Cabo Delgado e ainda não foram directamente atingidos pelos ataques de grupos armados que aterrorizam na zona mais a norte da província.

Comments

A CÂMARA Municipal de Oeiras, situada em Lisboa, e a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN) ofereceram, no fim-de-semana, dois ventiladores e milhares de máscaras a Moçambique, no âmbito da prevenção e combate à pandemia da Covid-19.

A oferta foi entregue ao Embaixador de Moçambique em Portugal, Joaquim Bule, pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Francisco Rocha Gonçalves, e pelo representante diplomático do Imamat Ismaili (Aga Khan), Nazim Ahmad, adianta a nota.

“No âmbito do apoio que tem vindo a ser dado pela Câmara Municipal de Oeiras e pela Rede Aga Khan para o Desenvolvimento aos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), foram entregue ao Embaixador de Moçambique em Portugal dois ventiladores, 10 mil máscaras cirúrgicas e 12 mil máscaras reutilizáveis, em apoio ao combate à Covid-19”, afirmam as duas entidades num comunicado conjunto divulgado ontem.

De acordo com o documento, as duas entidades doaram ainda três equipamentos de análise laboratorial e dois microscópios ao Hospital de Ibo, em Cabo Delgado, assim como cerca de 400 embalagens de complexos vitamínicos infantis destinados a esta província.

A iniciativa contou também com o apoio da associação Kanimambo.

Comments

O GOVERNO está a ponderar uma proposta para o banimento do uso de plásticos no território nacional. A proposta já se encontra na fase de auscultação.

A informação foi partilhada, em Maputo, pela Secretária Permanente do Ministério da Terra e Ambiente, Emília Fumo, que falava em conferência de imprensa por ocasião do Dia Internacional Sem Plástico, assinalado semana passada, sob o lema “Preserve o Ambiente, Diga Não a Poluição Plástica”.

“Estamos a preparar uma proposta de banimento do saco plástico, no país. Aliás, a proposta já está feita e estamos em momento de auscultação”, disse a governante

Assegurou que o Governo está a trabalhar com as empresas que são as maiores produtoras de sacos plásticos, importadores e, por último, com a sociedade civil.

Acredita-se que dentro de dois meses a proposta será apresentada ao Conselho de Ministros.

Observou que a utilização irracional dos plásticos tem concorrido para a redução da qualidade dos solos e da paisagem.

Estima-se que 10 por cento da qualidade total de plásticos produzidos a nível mundial tem como destino o oceano e leva cerca de 500 anos para se decompor.

Em Maputo, o Dia Internacional Sem Plástico foi marcado por uma exposição de artigos domésticos, como forma de promover hábitos de consumo amigos de ambiente.

Comments

O ATRASO na reorganização dos mercados, uma das medidas anunciadas pelo Ministério da Saúde para conter a propagação da Covid-19, preocupa o respectivo titular, Armindo Tiago, que terminou, ontem, uma visita de trabalho de quatro dias à província de Nampula

O governante manifestou esta preocupação após visitar, sexta-feira, o “Waresta”, o maior mercado grossista da zona norte, ora em requalificação e, posteriormente, o local, na zona do periférico bairro de Natiquiri, para onde os vendedores foram transferidos pelas autoridades municipais.

O Instituto Nacional de Saúde (INS) anunciou que nos resultados preliminares do inquérito sero-epidemiologico, na cidade de Nampula, ficou determinado que os mercados são os locais mais expostos à contaminação pela Covid-19.

O vereador para os Mercados do Concelho Municipal de Nampula, Osvaldo Ossufo Momade, explicou ao ministro que o trabalho de reorganização dos mercados está atrasado e que a reabertura do “Waresta”, por exemplo, não tem data definida.

A cidade de Nampula foi declarada pelo ministro Armindo Tiago, há perto de quatro semanas, como o primeiro local do país onde se regista o padrão de transmissão comunitária da Covid-19 e conta, actualmente, com o maior número de doentes e de óbitos.

“A nossa impressão é que os problemas dos mercados continuam, como viram dos resultados do inquérito de sero-prevalência. Os mercados são o local onde ocorre mais a transmissão na cidade Nampula. Estamos igualmente preocupados, porque o mercado transitório, onde estivemos, nos parece oferecer condições que não são melhores do que aquelas que estavam aqui, no “Waresta”, afirmou Armindo.

O governante levantou a hipótese de requalificação dos mercados um pouco por todo o país, mas apontou a importância da consciencialização individual e colectiva para o cumprimento das medidas de prevenção, numa perspectiva permanente e não sazonal.

Comments

ESTIGMA e discriminação estão a minar os esforços das autoridades moçambicanas no combate a várias doenças que afectam o país e o mundo, como é o caso da Covid-19.

A afirmação é do Ministro da Saúde, Armindo Tiago, que falava, semana passada, em Nampula, durante o lançamento da campanha de comunicação para intensificação da prevenção da Covid-19 e eliminação do estigma e discriminação em Moçambique.

O titular da pasta da Saúde disse ser crucial a participação dos líderes religiosos e comunitários, secretários dos bairros, chefes dos mercados e de família, por serem parceiros importantes para o sucesso da campanha.

“Entendemos que, pelo quadro epidemiológico, a nossa jornada será longa e, como a pandemia vai ficar muito tempo, a nossa única opção é irmos juntos”, afirmou, segundo a AIM.

Tiago recordou que, actualmente, a Covid-19 ocorre em todas as províncias do país e que, há cerca de quatro semanas, a cidade de Nampula transitou para a fase de transmissão comunitária, ao que se seguiu a cidade de Pemba, em Cabo Delgado.

O governante indicou que a cidade e província de Maputo têm estado a registar um crescimento substancial da pandemia, colocando-se, assim, na iminência de transição para a fase de transmissão comunitária.

“Ao quadro epidemiológico que se nos apresenta, assistimos, com muita preocupação, a ocorrência do estigma e discriminação contra as pessoas infectadas e afectadas pela Covid-19. Estes fenómenos sociais, manifestamente negativos, não só prejudicam as pessoas infectadas e afectadas, mas também colocam em risco todos os esforços da sociedade, com vista ao controlo e combate a pandemia da Covid-19”, afirmou.

O ministro disse estar preocupado com este tipo de comportamento. “Vemos, com preocupação, o aumento de casos da Covid-19 e com tristeza situações em que indivíduos diagnosticados sofrem duplamente da dor de terem a doença e em consequência dos nossos actos de discriminação”, afirmou.

Segundo o governante, é na expectativa de eliminar o duplo peso nas pessoas com a Covid-19 que o Governo decidiu lançar a campanha denominada “Está Nas Nossas Mãos”, para ajudar a combater a discriminação, estigma e, eventualmente, contribuir para um melhor controlo e prevenção da doença.

Anotou que a discriminação e estigma estendem-se aos que sofrem de outras doenças, como o HIV/Sida, tuberculose, entre outras.

“Queremos, com a campanha, evitar o pânico, rumores e alarme social, sem necessidade. O estigma não só está na Covid-19, mas também noutras doenças como HIV/Sida e tuberculose”, ajuntou.

Disse que a campanha visa reforçar a responsabilidade individual e colectiva na prevenção da Covid-19, intensificar as mensagens para a sua mitigação a nível da comunidade e evitar a sobrecarga do sistema de saúde.

O lançamento da campanha foi testemunhado pelo Secretário de Estado e pelo governador de Nampula, Mety Gondola e Manuel Rodrigues, respectivamente, líderes comunitários, religiosos, quadros do Ministério da Saúde, entre outros participantes.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction