Director: Lázaro Manhiça

UMA equipa multissectorial está a investigar a morte repentina de 111 golfinhos no Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto (PNAB), na província de Inhambane, anunciou em comunicado a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC).

Esta terça-feira (23) foram encontrados mortos 86 golfinhos e outros 25 tinham sido encontrados no domingo (21) na mesma área do arquipélago.

Segundo a ANAC, os animais todos da mesma espécie, não estavam feridos nem havia sinais visíveis a olho nu que pudessem indiciar a causa da morte, tendo sido colhidas amostras para análises mais detalhadas.

Uma equipa mista constituída pelo Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas, Ministério da Terra e Ambiente (Administração Nacional das Áreas de Conservação), Universidade Eduardo Mondlane, dois especialistas em mamíferos marinhos da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) chega, esta quarta-feira ao Parque do Bazaruto, para reforçar a equipa de especialistas e pesquisadores que se encontra a trabalhar no terreno.

Na reserva, para além da ocorrência de mamíferos marinhos tais como dugongos, baleias, golfinhos e outros, foi registada a ocorrência de 180 espécies de aves, 45 de répteis, 16 de mamíferos terrestres, 500 de moluscos marinhos e costeiros, e 2000 espécies de peixe.

O Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto, situado na província de Inhambane, possui uma área de 1.430km quadrados e foi criado a 25 de Maio de 1971, sendo o primeiro parque marinho no país. (Notícias/RM)

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction