Imprimir
Categoria: Ciência, Tecnologia e Ambiente
Visualizações: 534

Os residentes de Pande, no distrito de Govuro, em Inhambane, pedem a intervenção do Governo na monitoria das acções de responsabilidade social da multinacional SASOL.

 De acordo com a Rádio Mocambique, apopulação de Pande quer que a SASOL obedeça àlista das prioridades acordadas nas sessões de auscultação entre as comunidades residentes nas áreas de exploração do gás natural e aquela multinacional.

Num encontro havido quarta-feira, com o governador de Inhambane, Daniel Chapo, a população de Pandereferiuque quer mais água, escolas, expansão da rede eléctrica, ampliação e apetrechamento do centro de saúde local.

Em resposta àquelas exigências, Daniel Chapo disse que o governo adoptou uma nova actuação que obriga a SASOL a intervir em áreas sociais que,realmente,satisfaçam as necessidades das comunidades.