Director: Júlio Manjate

Moçambique pretende aumentar de quatrocentas e cinquenta para oitocentas unidades sanitárias com capacidade para diagnosticar e tratar o cancro nos próximos dez anos.

A informação foi avançada sexta-feira, em Maputo, pela Directora Nacional Adjunta para a área de assistência médica, Elénia Amado, no encerramento da 12ª Conferência Bienal da Organização Africana de Pesquisa e Treino em Cancro.

O evento, que decorreu em Maputo, desde a última terça-feira, reuniu profissionais da saúde de cinquenta e nove países do mundo, tendo os participantes debatido as melhores estratégias para o combate e controlo do cancro no continente africano.

A Directora Nacional Adjunta para a área de assistência médica disse que o país, para além da expansão do tratamento do cancro pelas unidades sanitárias, deve investir na sua prevenção.

A fonte disse ainda que a formação de quadros qualificados dominou também os debates da conferência.

 

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction