Imprimir
Categoria: Ciência, Tecnologia e Ambiente
Visualizações: 1577

A União Europeia (UE) vai disponibilizar 94 milhões de euros para projectos de energia sustentável em Moçambique, com aposta nas fontes renováveis e com vista a elevar o nível de acesso, segurança e qualidade, anunciou, ontem, a organização, segundo a Lusa.

O compromisso do programa “Promove Energia” consiste em "providenciar energia a quatro milhões de famílias moçambicanas que não têm acesso a serviços de energia sustentável", disse o embaixador da UE em Moçambique, António Sánchez, citado em comunicado.

O programa inclui uma "fase de preparação para garantir um ambiente comercial apropriado, capacidade suficiente de todas as partes interessadas e um portfólio" de projectos de investimento financiáveis.

Seguir-se-á uma fase de financiamento de projetos de investimento público e privado em energia sustentável, eficiência energética e acesso à energia.

Do valor total a ser financiado, 10,5 milhões de euros vão ser alocados ao "mecanismo de preparação de projectos de energia".

Segundo o comunicado da UE, só um em cada três moçambicanos tem acesso a serviços de energia "fiáveis e limpos".

A iniciativa faz partedoprograma plurianual (2015-2020) de cooperação da UE para Moçambique,centrado na governação e no desenvolvimento rural.

O desenvolvimento rural é apoiado por diferentes iniciativas implementadas sob o programa “Promove”,que possui seis componentes de acção: transporte, energia, agronegócio, nutrição, biodiversidade e comércio.