Director: Júlio Manjate

A Polícia sul-africana apreendeu 100 chifres de rinocerontes e carcaças de quatro tigres, numa rusga a duas quintas no noroeste do país, anunciou ontem. A África do Sul, que alberga cerca de 80% da população mundial de rinocerontes, tem sido o epicentro da caça furtiva a estes animais nos últimos anos. Em 2018, a caça furtiva foi responsável pela morte de 769 espécimes, com o número total de animais mortos na última década a ultrapassar os 7100. Durante a operação, conduzida por uma força de elite da Polícia, três suspeitos foram detidos. "As detenções resultam de uma operação de investigação", referiu a força de elite, num comunicado. De momento, as autoridades ainda não referiram de onde são oriundos os chifres e as carcaças. O Parque Nacional do Kruger, na zona da fronteira entre a África do Sul e Moçambique, tem sido um foco deste tipo de caça. Os chifres de rinoceronte têm uma forte procura na China e no Vietname, onde são usados, entre outros, na medicina tradicional ou como afrodisíacos. Estima-se que o preço possa alcançar os 60 000 dólares por quilograma.

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction