Director: Lázaro Manhiça

O PRIMEIRO lote de vacinas da Farmacéutica chinesa Sinovac chega esta tarde ao país, devendo garantir, numa primeira fase, a imunização de grupos prioritários dentre os quais os profissionais da Saúde.

A informação foi partilhada esta manhã pelo Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, na sua página do facebook.

Nyusi aponta que com a chegada deste lote, o desafio continua de modo a garantir a vinda de outras doses, cujas negociações estão numa fase avançada com os parceiros.

“Nos últimos dois meses mantive contactos com o Presidente Xi Jinping,da República Popular da China, para o acesso àvacina contra a Covid-19 e quero,desta forma,agradecer ao meu homólogoe ao povo irmão da República Popular da China”, refere o Chefe do Estado.

Comments

O PAÍS e o mundo assinalaram sábado último o Dia Mundial do Pangolim, uma efeméride que serviu para apelar àconsciência da humanidade, sobre a necessidade de preservar este mamífero que faz parte da lista das espécies em risco de extinção.

Este ano as actividades alusivas à data foram restritas e tiveram lugar sob formato virtual através dos meios de comunicação social, no contexto da prevenção da Covid-19. Contudo, pode se destacar a exposição fotográfica patente num dos centros comerciais da cidade de Maputo, retratando a ocorrência do animal em diversos pontos do país, com destaque para a Reserva Especial do Niassa.

Sob o lema “Proteja o pangolim, salve-o da extinção”, entre várias mensagens a exposição a chamada de atenção para a protecção deste animal que pode ser lida, sobretudo, em imagens que retratam o seu resgate numa das florestas da Reserva Especial do Niassa.

A celebração do Dia Mundial dedicado ao Pangolim acontece numa altura em que Moçambique é considerado um dos pontos de origem de pangolins traficados e encontradosno mercado asiático, colocando em evidência a natureza crítica da ameaça para a espécie, internamente.

Segundo a Administração Nacional das Áreas de Conservação em2019, o país registou um total de 21 casos de confisco de pangolins e detenção de pessoasenvolvidas no tráfico, nas provínciasde Sofala, Tete, Manica e Maputo.

Nos termos da Lei de 11 de Maio, o abate, venda, compra, transporte e qualquer envolvimentono tráfico do pangolim e de qualquer das suas espécies está sujeito a pena de prisão, de até 16 anos.

Estudos internacionais revelam que um pangolim consome em média 70 milhões de formigas térmitas por ano. O relatório da National Geographic, por exemplo, conclui que as apreensões de escamas e carne do pangolim atingiram o ponto mais alto em 2019. Em todo o mundo, mais de 128 toneladas foram interceptadas, causando um aumento de mais de 200% nos últimos cinco anos anos.

O pangolim é um mamífero da ordem dos pholidota e da famíliaManidae que se caracteriza por uma típica armadura escamosa. Existem 8 espécies de pangolins no Mundo, e uma delas é encontrada em Moçambique, o “MANIS TEMMINCKII”, habitando em florestas densas e savanas.

Comments

A PROTECÇÃO e valorização do património natural e cultural, ordenamento territorial, desenvolvimento comunitário e criação de mecanismos de financiamento, são algumas áreas de intervenção definidas como prioritárias na implementação do Projecto Chimanimaninos próximos quatro anos.

Trata-se de uma decisão tomada recentemente, durante a realização da primeira sessão do comité director do Projecto Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Comunitário de Chimanimani, área de conservação localizada no distrito de Sussundenga, província de Manica. 

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Fundação para a Conservação da Biodiversidade (Biofund), Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), Agência Francesa para o Desenvolvimento (AFD), Fauna and Flora International (FFI), Fundação MICAIA e Fundo Nacional de Desenvolvimento Sustentável (FNDS), através do Projecto MozBio II. 

De acordo com informação publicada no site do Biofund, o projecto possui um financiamento orçado em 4.8 milhões de euros (cerca de 437 milhões de meticais), dos quais três milhões (cerca de 273 milhões de meticais) são provenientes da AFD, 1.2 milhões (cerca de 110 milhões de meticais) do Fundo Francês para o Ambiente Mundial (FFEM) e o remanescente da FFI. 

Na sessão, foram também debatidos aspectos relacionados com a coordenação, implementação e alcance dos resultados do projecto, assim como foram aprovados o plano de actividades e orçamento para este ano.  

Criado em 2000, o Parque Nacional de Chimanimani (PNC), antes Reserva Nacional de Chimanimani (RNC), foi elevado e esta categoria em 2020, com o objectivo último de consolidar os mecanismos de geração de benefícios para as comunidades circunvizinhas.

A sua recategorização como parque nacional visa também garantir a protecção das espécies da flora e fauna, os seus locais históricos e culturais, assim como os diferentes ecossistemas.

Nesta área protegida destacam-se, entre outras atracções, a “Ponte de Deus”, uma paisagem natural em forma de ponte que ilustra a imagem de dois rios que correm em sentidos opostos.

No domínio sócio-cultural evidencia-se a cordilheira de Chimanimani, reconhecida pela existência do ponto mais alto do país, o Monte Binga, com 2.436 metros de altitude, e das cavernas, onde se encontram esculpidas as pinturas rupestres. Estas representam os hábitos e costumes das gerações ancestrais dos povos que ali se estabeleceram e viveram há cerca de dez mil anos. 

Para além da sua rica biodiversidade, com espécies que incluem aves, mamíferos, morcegos, anfíbios, répteis, insectos e uma variedade de plantas, o parque é uma área de interesse histórico, sendo as suas montanhas habitadas há séculos, como demonstram vestígios de arte rupestre da Idade da Pedra. 

Comments

A TEMPESTADE tropical Guambe transformou-se esta sexta-feira (19) num ciclone tropical cujo centro deverá passar a 100 quilómetros da costa moçambicana, anunciou há momentos, o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM).

De acordo com o comunicado do INAM, o coração do ciclone deverá manter-se a cerca de 100 a 150 quilómetros da costa moçambicana, com uma passagem mais próxima nas próximas horas.

Um avanço para terra, entrando em solo moçambicano, “está praticamente excluído, devendo o ciclone seguir para sudeste, em direcção ao mar alto”, acrescenta o documento.

Ainda assim, espera-se uma nova vaga de ventos fortes com rajadas entre 100 e 120 km/h, chuva intensa  nos distritos costeiros das províncias de Inhambane, Gaza e Maputo, no sul do país, até domingo (21), no seguimento de outras intempéries que têm afectado a região nas últimas três semanas, provocando inúmeras inundações.

Moçambique está em plena época chuvosa e ciclónica, que ocorre entre os meses de Outubro e Abril, com tempestades oriundas do Índico e cheias com origem nas bacias hidrográficas nos países vinhos.

As mais graves foram a tempestade Chalane, no final de 2020, e o ciclone Eloise, em Janeiro, com um balanço oficial total de 19 mortos, mas relatos de autoridades locais apontam para o dobro.

Comments
O INSTITUTO Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a ocorrência de chuvas intensas, acompanhadas de trovoadas e ventos com rajadas, a partir de hoje (18), até amanhã (19), na região sul do país, nomeadamente, nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane. De acordo com um comunicado do INAM, às 6:00 horas de hoje (18), o epicentro da tempestade tropical moderada encontrava-se aproximadamente a 240 quilómetros da costa do distrito de Vilankulos, com ventos de 90 quilómetros por hora e rajadas até 120. As autoridades de meteorologia preveem que o sistema evolua e atinja o estágio de tempestade tropical severa ainda hoje, refere o documento. A nota explica que as chuvas acima de 100 mm/24h, com ventos fortes de 80 Km/h e rajadas até 100 Km/h, poderão assolar todos os distritos da província de Inhambane, excepto Funhalouro e Mabote. Enquanto na província de Gaza poderão ser atingidos os distritos de Bilene, Limpopo, Chongoene, Mandlakaze, Chókwè, Guijá, Chibuto e cidade de Xai-Xai. No canal de Moçambique, os efeitos de Guambe poderão agitar o mar e gerar ondas com alturas até 11 metros entre os paralelos 21 e 26 graus sul, não sendo aconselhável navegar o mar durante a ocorrência do fenómeno. Face a ocorrência de trovoadas, chuvas intensas e ventos fortes, recomenda-se a tomada de medidas de precaução e segurança. Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction